Quanto pagamos pelos serviços por assinatura como o da Netflix? Muito

As assinaturas online de serviços de streaming aparentemente são baratas, mas você já analisou a soma total gasta por mês? Deveria

As assinaturas on-line certamente parecem baratas, mas qual a soma total gasta por mês para assistir a programas de TV, armazenar fotos on-line e transmitir música?

Bem alta, ao que parece.

Em 2019, cada um de nós gastou US$ 640 em assinaturas digitais, como serviços de streaming de vídeo e música, armazenamento em nuvem, aplicativos de namoro e ferramentas de produtividade on-line, de acordo com uma análise para o “The New York Times” feita pela Mint, a ferramenta de orçamento on-line de propriedade da Intuit, trabalhando dados de milhões de seus usuários. Foi um aumento de cerca de sete por cento em relação aos US$ 598 de 2017.

Aumentamos nossos gastos no ano passado em serviços de TV por streaming, pagando US$ 170 para assinar serviços como o da Netflix, do Hulu e dos novatos (Disney Plus e Apple TV Plus). Embora isso seja muito mais barato do que a maioria dos pacotes tradicionais de TV a cabo, que custavam cerca de US$ 1.200 por ano, houve um aumento de 30 por cento em relação aos US$ 130 gastos em serviços de TV por streaming em 2017.

Nossas despesas com assinaturas digitais provavelmente só aumentarão à medida que mais coisas se conectam à internet, como a TV, o sistema de segurança doméstica e o carro. Ao mesmo tempo, será cada vez mais difícil acompanhar todos os serviços pelos quais pagamos.

Pergunte a Josué Rojas, artista que dirige uma organização sem fins lucrativos em San Francisco. Ele disse assinar Netflix, Amazon Prime, Spotify e o serviço de armazenamento no iCloud da Apple – ao todo, seu custo anual é de cerca de US$ 410, valor inferior ao que o consumidor médio paga.

Mas Rojas ocasionalmente perde a noção de seus gastos. No ano passado, ele e sua esposa assinaram o aplicativo de streaming CBS All Access para assistir ao Grammy. Após a cerimônia terminar, o casal se esqueceu de cancelar a assinatura de US$ 6 por vários meses. “Voltar para casa do trabalho e precisar de uma planilha para acompanhar todas essas diferentes assinaturas pode rapidamente se tornar uma coisa massacrante”, disse Rojas.

Kevin Westcott, vice-presidente da empresa de pesquisa e consultoria Deloitte, que liderou um estudo sobre tendências da mídia digital, disse que o principal motivo pelo qual as pessoas assinam um serviço de streaming é para assistir a conteúdo exclusivo – como programas de TV originais, incluindo “Watchmen”, da HBO, ou “The Mandalorian”, no Disney Plus.

“A pergunta que surge é: uma vez que você assistiu a essas séries, continua a usar os serviços? Há coisas suficientes para manter seu interesse? Caso contrário, torna-se uma assinatura que você não usa”, disse Westcott

Muitas pessoas caíram nessa armadilha. É uma boa ideia auditar regularmente nossas assinaturas e excluir as de que não precisamos mais. Aqui estão algumas dicas.

Cancelar antes do tempo

Muitos esperam até o último minuto para cancelar uma assinatura, mas geralmente não há desvantagem em cancelar os pagamentos antes do tempo.

Digamos que a Netflix faça a cobrança no dia 28 de cada mês. Se, no dia 5 de fevereiro, você decide que quer cancelar, ainda poderia usar o serviço de streaming até 28 de fevereiro. Não há nenhum benefício em esperar até 27 de fevereiro para encerrar a assinatura.

Com algum planejamento, você pode ficar craque em gerenciar suas assinaturas ativas. Por exemplo, se houver um programa de TV de seis episódios no Disney Plus uma vez por semana, você pode definir um lembrete do calendário para cancelar sua assinatura algumas semanas antes de o programa terminar sua exibição. Se o alerta do calendário aparecer e você perceber que ainda há algo a que quer assistir nesse serviço, pode continuar pagando e reagendando o lembrete do calendário para aparecer novamente um mês depois.

Faça uma auditoria de suas assinaturas

Usar ferramentas de rastreamento de orçamento como a Mint e verificar regularmente sua fatura do cartão de crédito são passos óbvios para observar seus gastos, mas os encargos de assinatura podem ser facilmente negligenciados quando carregam rótulos genéricos como “Amazon” ou “Google”.

Também pode ser difícil descobrir em quais serviços você ainda está inscrito, sem falar no modo de interromper as assinaturas. Portanto, eis aqui uma dica para encontrar os controles para cancelar os tipos mais populares de assinaturas:

– Nos dispositivos móveis da Apple, abra o aplicativo Configurações, toque no seu nome na parte superior e vá para Assinaturas. Você verá uma lista dos aplicativos nos quais está inscrito, como Apple TV Plus, Apple Music, HBO Now e Hulu Plus; então, cancele os que você não usa mais.

– Em dispositivos Android, abra o aplicativo Google Play Store. Toque no ícone Menu (três linhas horizontais) e, em seguida, toque em Assinaturas.

– As assinaturas da Amazon são as mais confusas para gerenciar porque a empresa oferece muitos tipos diferentes delas e os controles estão espalhados por diferentes partes do site. Aqui estão as configurações mais importantes:

Para cancelar adesões como Amazon Prime e ComiXology, vá para “Contas e Listas” e clique em “Inscrições e Assinaturas”.

Para assinaturas de aplicativos da Amazon, clique em “Contas e Listas”, em “Seus Aplicativos e Dispositivos Android” e depois selecione “Suas Assinaturas”.

Para gerenciar o armazenamento de fotos da Amazon, vá para “Contas e Listas”, “Suas Fotos da Amazon”, clique em “Gerenciar o Armazenamento” e, finalmente, clique em “Cancelar meu plano”.

Para gerenciar assinaturas de livros do Kindle, também em “Contas & Listas”, clique em “Seu Kindle Unlimited” e, em “Gerenciar a Adesão”, selecione “Cancelar a Adesão Ilimitada Kindle”.

Para gerenciar o Amazon Music, em “Contas & Listas”, clique em “Seu Amazon Music”, em seguida clique em “Suas Configurações de Música da Amazon” e selecione “Amazon Music Unlimited”. Por fim, clique em “Cancelar” na seção Renovação de Assinatura.

Para gerenciar as assinaturas de audiolivros da Audible, visite Audible.com, clique em “Detalhes da conta” e clique em “Cancelar minha assinatura”.

Se manter o controle das assinaturas parece assustador, é porque é – e é em parte por isso que muitas empresas mudaram para assinaturas. Mas é bom realizar uma auditoria de assinaturas pelo menos uma vez a cada três meses.

Depois de examinar completamente minhas contas de cartão de crédito e arquivos de assinaturas, notei que minha esposa estava pagando pela Audible, o serviço de audiolivro, mesmo que não baixasse mais audiobooks. Confesso ter ficado bravo com ela – e mais tarde percebi que tinha me esquecido de cancelar minha assinatura da ComiXology Unlimited da Amazon, depois de começar um teste gratuito para ler uma história em quadrinhos.

Acabei cancelando a assinatura da ComiXology, mas só depois de pagar um extra de US$ 18 durante três meses.