Preço dos imóveis cai pelo oitavo mês seguido em agosto

Nos últimos 12 meses, os preços acumularam queda de 0,32%, segundo o Índice FipeZap, enquanto a inflação subiu 4,29% no mesmo período

São Paulo – O preço médio dos imóveis residenciais teve uma leve queda pelo oitavo mês seguido em agosto, segundo o Índice FipeZap. O indicador monitora preço de imóveis anunciados para venda em 20 cidades brasileiras.

Em agosto, a variação média ficou em -0,06%, colada na inflação esperada para o mês, de 0,00%, segundo o Boletim Focus do Banco Central

No ano, o preço médio dos imóveis acumulou queda de 0,29%. Já nos últimos 12 meses, a desvalorização acumulada foi de 0,32%, enquanto a inflação acumulada no mesmo período foi de 4,29%.

Isso significa que, considerando a inflação, o preço médio dos imóveis sofreu uma queda real de 4,42% nos últimos 12 meses. Vale destacar que a queda real não é obtida com uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação.

Ainda vai demorar pelo menos alguns meses para os preços dos imóveis voltarem a subir. “A retomada da economia que esperávamos não aconteceu de forma forte e ainda nem vimos o mercado de trabalho reagir, a ponto da demanda por imóveis aumentar e pressionar os preços”, explica o economista Bruno Oliva, pesquisador do Índice FipeZap.

Por isso, compradores seguem com poder de barganha para negociar preço na hora de fechar a compra da casa própria.  

Preço por cidade

O comportamento dos preços dos imóveis em agosto não foi homogêneo entre as cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. Apenas 6 das 20 cidades monitoraras registraram aumento de preço acima de 0,1%. As altas mais expressivas foram observadas em Goiânia (0,30%), Salvador (0,26%) e Santo André (0,16%).

Por outro lado, os recuos mais expressivos foram notados em Florianópolis (-0,49%), Porto Alegre (-0,40%) e Niterói (-0,34%).

Em agosto, o valor médio de venda dos imóveis residenciais foi de 7.529 reais por metro quadrado. O Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o metro quadrado mais elevado do país (R$ 9.494), seguida por São Paulo (R$ 8.7967) e pelo Distrito Federal (R$ 7.788).

A seguir, confira o preço médio do metro quadrado anunciado para venda e a variação dos preços nas 20 cidades pesquisadas pelo Índice FipeZap:

Cidade Preço médio do metro quadrado, em R$ Variação do preço em agosto, em % Variação do preço nos últimos 12 meses, em %
Rio de Janeiro 9.494 -0,19 -4,24
São Paulo 8.796 -0,01 1,98
Distrito Federal 7.788 0,04 -1,47
Niterói 7.122 -0,34 -3,30
Florianópolis 6.825 -0,49 1,93
Belo Horizonte 6.405 0,10 0,97
São Caetano do Sul 6.043 -0,29 2,94
Recife 5.925 0,15 1,35
Fortaleza 5.843 -0,28 -1,53
Vitória 5.777 0,13 2,37
Curitiba 5.718 -0,20 0,72
Porto Alegre 5.628 -0,40 -0,19
Campinas 5.548 -0,22 -0,11
Santo André 5.304 0,16 -0,26
Santos 5.265 0,08 -2,07
São Bernardo do Campo 4.897 0,06 -0,19
Salvador 4.854 0,26 -0,77
Vila Velha 4.692 -0,25 1,08
Goiânia 4.164 0,30 2,33
Contagem 3.511 -0,03 -0,56