Prazo para incluir doações no IR e pagar menos imposto está acabando

Quem fizer doações até o dia 28 de dezembro pode abatê-las do Imposto de Renda e receber uma restituição maior em 2019

São Paulo – Os contribuintes têm até a próxima sexta-feira (28), último dia útil do ano, para fazer doações e abater até 8% do valor doado na declaração do Imposto de Renda 2019. Ou seja, ao ajudar uma entidade, você pagará menos imposto à Receita ou receberá uma restituição maior.

Para fazer a dedução, é preciso fazer a declaração pelo modelo completo. Você pode doar quanto quiser, mas há limites para as deduções. Como pessoa física, é possível destinar até 1% para programas relacionados a pessoas com deficiência, 1% para programas voltados a pessoas com câncer e 6% para os demais fundos e projetos, ligados a crianças e adolescentes, idosos, cultura, audiovisual e esporte.

O contribuinte pode realizar doações para mais de uma instituição ou fundo, mas a soma dessas transações não pode ultrapassar os 8% do Imposto de Renda devido. Por exemplo, se você deve pagar mil reais de Imposto de Renda, você pode escolher pagar 920 reais ao governo e destinar os outros 80 reais para ajudar uma instituição.

Para serem abatidas do IR, as doações têm de ser realizadas para fundos, projetos ou programas municipais, estaduais ou federais, que repassam o dinheiro do tributo para as entidades. Se a instituição não fizer parte de nenhum fundo e o contribuinte fizer a doação diretamente para a entidade, não poderá deduzir o valor do Imposto de Renda.

É possível também fazer a doação para fundos no momento de preencher a declaração do Imposto de Renda 2019, diretamente no programa da Receita instalado no computador ou celular. Contudo, o limite a ser deduzido é menor: de 3%, e somente para fundos ligados a crianças e adolescentes e a idosos.

Como doar

Para doar, o contribuinte deve fazer um depósito diretamente para o fundo da sua cidade, estado ou país até o dia 28 de dezembro. Diversos fundos têm site que mostram os projetos nos quais o dinheiro será aplicado.

Depois de realizar a doação, é necessário guardar o recibo de comprovação da doação emitido pelo fundo, projeto ou programa. O comprovante deve conter o nome e CPF do contribuinte, nome e CNPJ da instituição social, e data e quantia da doação.

Na hora de preencher a declaração, as doações deverão ser informadas na ficha “Doações efetuadas” com valores e CNPJ dos beneficiários. O programa calcula automaticamente o imposto devido e faz a dedução dos valores doados.