Por que a minha dívida é diferente no SCPC e no banco?

Valor informado do débito pode variar, segundo o advogado Ronaldo Gotlib, e é importante que o devedor esteja atento a isso

Pergunta do leitor: Tenho duas dívidas no Itaú, e quero quitá-las. Verifiquei no SCPC que os valores dos débitos são de 1.500 reais e 260 reais.

Mas, quando ligo para o banco, a informação que me dão é que a dívida é maior. Como isso é possível? O banco pode estar tentando me cobrar um valor maior do que eu devo?

Resposta de Ronaldo Gotlib*:

O valor apresentado pelo SCPC é a anotação de quando foi realizada a inscrição do nome do leitor naquele cadastro. O banco está apresentando valores atualizados, segundo suas particulares práticas de correção.

O leitor, porém, não é obrigado a acatar tal valor e pode questioná-lo pelas vias judiciais fazendo prevalecer valores menores que aqueles.

Será preciso consultar um advogado, a fim de providenciar uma revisão de cálculos e avaliar a viabilidade de se propor uma discussão judicial da dívida. Veja aqui como limpar seu nome no Serasa, SPC e SCPC.

*Ronaldo Gotlib é consultor financeiro e advogado especializado nas áreas de Direito do Consumidor e Direito do Devedor. Autor dos livros “Dívidas? Tô Fora! – Um Guia para você sair do sufoco”, “Testamento – Como, onde, como e por que fazer”, “Casa Própria ou Causa Própria – A verdade sobre financiamentos habitacionais”, “Guia Jurídico do Mutuário e do candidato a Mutuário”, além de ser responsável pela elaboração do Estatuto de Proteção ao Devedor e ministrar palestras sobre educação financeira.

Envie suas dúvidas sobre dívidas, empréstimos e financiamentos para seudinheiro_exame@abril.com.br.