Plataforma da Serasa passa a oferecer crédito a negativados

Novidade é fruto de uma parceria entre o SerasaConsumidor, braço da Serasa Experian voltado ao consumidor, e a fintech Simplic

São Paulo — Lançada há dois meses e meio, a plataforma de contratação de crédito online Serasa eCred agora também está disponível para negativados. A novidade é fruto de uma parceria entre o SerasaConsumidor, braço da Serasa Experian voltado ao consumidor, e a fintech Simplic.

Segundo Giresse Contini, gerente do SerasaConsumidor, a nova parceria mira nos atuais 61 milhões de brasileiros que estão inadimplentes. “Temos que dar um passo atrás e entender qual é o perfil dos devedores. Há pessoas que estão negativadas porque se esqueceram de pagar uma conta de luz, por exemplo. Elas representam um risco baixo de calote.”

Contini lembra que um dos fatores que determinam o acesso ao crédito pelos consumidores é o score de cada um, que pode ser consultado online e de graça. Veja como checar sua pontuação de crédito e o que ela diz sobre você.

“Para nós, tem sido uma surpresa positiva a aceitação dos consumidores em relação ao eCred. Aos poucos, eles estão mudando essa imagem de que a Serasa dificulta o acesso ao crédito. Nossa intenção é justamente melhorar a relação entre o tomador e as instituições. Muitas vezes os consumidores têm medo de pegar empréstimo com uma instituição menor, mas quando veem que ela é parceira do SerasaConsumidor, confiam.”

Para Bruno Borges, gerente de marketing do Simplic, a inclusão do Simplic no eCred colabora com a missão da fintech, “que é proporcionar acesso ao empréstimo pessoal online de forma flexível, inovadora e descomplicada.”

“Queremos viabilizar que mais pessoas recebam os recursos de que precisam, inclusive nos momentos mais urgentes, que pode ser uma emergência ou mesmo para quitar uma dívida, sem necessidade de deslocamento e de enfrentar filas”, diz o executivo.

eCred, do SerasaConsumidor eCred, do SerasaConsumidor

eCred, do SerasaConsumidor (eCred/Reprodução)

Como funciona

Atualmente, o eCred conta com 12 parceiros, que oferecem duas modalidades de crédito: empréstimo pessoal e cartão de crédito. Segundo Contini, do SerasaConsumidor, serão 15 parceiros até o fim de dezembro, e 25 até março. Ao todo, a plataforma já recebeu mais de dois milhões de visitantes desde seu lançamento, em setembro.

Para ter acesso à ferramenta, basta o consumidor entrar no site, responder algumas questões básicas sobre o que ele pretende fazer com o dinheiro e em quanto tempo quer pagar o empréstimo. O próximo passo é criar um usuário e senha —se a pessoa já consultou algum outro serviço no site da Serasa, o login é o mesmo, e também é possível acessar a plataforma com a conta do Facebook.

Em seguida, a ferramenta vai mostrar as opções disponíveis de crédito pré-aprovado para o perfil indicado. “No futuro, vamos ter uma plataforma 100% integrada com os parceiros, mas, por enquanto, o usuário que quiser contratar uma das opções de crédito será direcionado para a página do próprio parceiro, onde poderão ser solicitadas informações adicionais”, explica o gerente do SerasaConsumidor.

No eCred, o usuário vai ter todas as informações que ele precisa ter para contratar um empréstimo de forma transparente e rápida, como o CET (custo efetivo total), por exemplo. Segundo o SerasaConsumidor, na primeira semana em que a Simplic estava disponível na plataforma, 30% das ofertas pré-aprovadas pelo eCred foram destinadas para a avaliação e aprovação da fintech.

Cuidados

Antes de tomar um empréstimo, é preciso saber se esta é de fato a melhor opção para você. Às vezes um corte de gastos ou mudança de maus hábitos financeiros podem gerar uma folga no orçamento, evitando que você tenha que pedir dinheiro emprestado ao banco. Mas, se essa for a sua única saída mesmo, é preciso se informar qual o tipo de crédito mais barato para a sua necessidade.

Embora o serviço de orientação financeira da Serasa ainda não esteja implantado na nova ferramenta de comparação e contratação de crédito online, é possível acessar o site SerasaConsumidor para encontrar informações sobre como se livrar das dívidas ou como reorganizar suas finanças, por exemplo. Além disso, vale buscar informações na internet ou procurar ajuda de um planejador financeiro capacitado.

Como o eCred ainda é um serviço novo que está aos poucos sendo melhorado, ele não deve ser a sua única fonte de buscas por crédito. Uma instituição financeira que ainda não é parceira da Serasa pode oferecer um empréstimo mais em conta, dependendo do caso, por isso é preciso manter a procura em outros lugares.

Essa dica vale principalmente se você estiver com o nome negativado, já que as empresas de crédito costumam cobrar taxas mais altas para esse tipo de público. Não se esqueça de observar o CET das operações antes de assinar qualquer contrato.