Pi Investimentos lança Tesouro Direto sem taxa de administração

A partir dessa semana, os investidores poderão investir no Tesouro pela plataforma da fintech do Santander

São Paulo – A Pi Investimentos, fintech do banco Santander, permite, a partir dessa semana, investir no Tesouro Direto sem a cobrança da taxa de administração. Vale ressaltar que o investidor pagará apenas a taxa de custódia da B3, que é de 0,25% ao ano. O valor mínimo é de 30 reais.

Além da tarifa zero na taxa de administração, a fintech classifica o risco dos títulos em três níveis. No risco 1 estão os títulos atrelados à Selic, enquanto no risco 2 estão os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais).

Já no risco 3 estão os títulos atrelados à inflação (Tesouro IPCA com Juros Semestrais com vencimento em 2024/2035/ 2045) e Tesouro IPCA com Juros Semestrais 2026/2035/2050).

Para contratação do Tesouro Direto na Pi, o investidor deve acessar o site ou baixar o aplicativo da fintech na App Store ou Google Play.