Os melhores seguros de vida, segundo a Proteste

Diferença de preço de segurado com 18 anos para segurado com 65 anos chega a 1.200%

São Paulo – A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) avaliou 92 apólices de seguros de vida de 13 seguradoras em três cenários diferentes. Todas oferecem cobertura integral em caso de morte natural e acidental, e podem ou não oferecer coberturas adicionais, como invalidez permanente por acidente, morte do cônjuge, invalidez total por acidente do cônjuge, invalidez por doença funcional e doenças graves. O seguro Vida Individual da Allianz obteve a melhor avaliação no ranking geral, mas apólices da Porto Seguro, Marítima e MetLife foram as melhores para alguns perfis específicos.

Veja nas tabelas a seguir como foi a avaliação de cada seguro:

Ranking geral: todas as apólices oferecem cobertura total para morte natural ou acidental. Os percentuais da tabela se referem ao percentual do capital segurado que você recebe em caso de sinistro.

Seguradora Seguro Invalidez total por acidente Morte do cônjuge Invalidez total por acidente do cônjuge Invalidez por doença funcional Doenças graves Nota final
Allianz Vida Individual 100% 100% 100% 100% 0 82
MetLife MetLife Individual 100% 100% 100% 100% 0 80
Mongeral Vida Toda Total 100% 100% 100% 100% 0 80
ACE* Vida Mais Protegida (c/ cônjuge) 100% 100% 100% 100% 0 78
ACE* Vida Proteção Diferenciada (c/ cônjuge) 100% 100% 100% 0 100% 78
Porto Seguro Vida Individual 100% 0 0 0 100% 78
Marítima Vida Individual 100% 100% 100% 0 50% 77
ACE* Vida Protegida (c/ cônjuge) 100% 100% 100% 0 0 75
Bradesco Vida e Previdência Vida Mais Segura plano 2 100% 50 0 0 0 74
ACE* Vida Mais Protegida (s/ cônjuge) 100% 0 0 100% 0 73
ACE* Vida Proteção Diferenciada (s/ cônjuge) 100% 0 0 0 100% 73
Bradesco Vida e Previdência Vida Mais Segura plano 1 100% 0 0 0 0 73
Icatu Special Vida 100% 0 0 0 0 73
SulAmérica SulAmérica Você 100% 0 0 0 50% 72
Bradesco Vida e Previdência Vida VIP 100% 0 0 0 10% 71
ACE* Vida Protegida (s/ cônjuge) 100% 0 0 0 0 70
Bradesco Vida e Previdência Vida Máxima Mulher plano 1 0 0 0 0 0 48

(*) Seguro para associados Proteste, fruto de convênio com a ACE Seguradora.

Fonte: Proteste


Melhores seguros para cada perfil: foram cruzados pacotes de coberturas com perfis de segurados, e encontradas melhores apólices para cada combinação. Repare que nenhuma apólice inclui as coberturas para doença grave e invalidez por doença funcional simultaneamente. A tabela abaixo exclui os produtos da ACE, voltados para os associados Proteste, e traz os valores anuais que devem ser pagos pelo segurado.

Capital segurado (R$) Tipo de cobertura Melhor para o perfil 1 (prêmio anual R$) Melhor para o perfil 2 (prêmio anual R$) Melhor para o perfil 3 (prêmio anual R$)
50 mil A Allianz Vida Individual (172,92) Allianz Vida Individual (843,36) Allianz Vida Individual (466,16)
50 mil B Porto Seguro Vida Individual (130,20) Porto Seguro Vida Individual (641,52) Marítima Vida Individual (848,24)
75 mil A Allianz Vida Individual (259,32) MetLife Individual (1.239,48) Allianz Vida Individual (734,40)
75 mil B Porto Seguro Vida Individual (178,20) Porto Seguro Vida Individual (894,12) Marítima Vida Individual (1.272,35)
100 mil A Allianz Vida Individual (345,84) MetLife Individual (1.639,08) Allianz Vida Individual (892,32)
100 mil B Porto Seguro Vida Individual (250,32) Porto Seguro Vida Individual (1.273,08) Marítima Vida Individual (1.696,47)

Fonte: Proteste

Recomendações da Proteste

A Proteste recomenda a contratação de um seguro de vida, e considera importantes as coberturas básicas para morte natural e acidental, além da cobertura de invalidez permanente por acidente. Dentre as coberturas complementares mais comuns, a Proteste recomenda a de invalidez por doença funcional e a de doenças graves.

A Proteste lembra ainda que o seguro de vida fica mais caro quanto mais velho é o segurado. Um seguro com capital segurado de 40 mil reais contratado por alguém de 18 anos custará mensalmente cerca de 16 reais por mês. Aos 25 anos, o custo sobe para 17,40 reais, 10% a mais. Aos 45 anos, o mesmo seguro já custa 150% a mais que aos 18 anos, 40 reais por mês. A diferença entre o custo aos 18 e aos 65 anos é de 1.200%: o mais velho paga 213 reais ao mês.