Os carros esportivos que mais (e menos) desvalorizaram em 2018

Eles são mais caros do que os carros populares, mas há opções que cabem no bolso, especialmente no segmento “de entrada”

São Paulo — Os carros esportivos se destacam pelo ótimo desempenho e pela aparência. Alguns modelos, de montadoras como Renault e Peugeot, por exemplo, têm ganhado cada vez mais admiradores no Brasil.

Eles são mais caros do que os carros populares, mas há opções que cabem no bolso, especialmente no segmento “de entrada” (versões mais simples). A pedido do site EXAME, a KBB Brasil levantou os veículos esportivos de até 200 mil reais que menos depreciaram em 2018.

Consagrado em primeiro lugar, o Volkswagen Golf GTI 350 TSI, derivado do tradicional Golf, perdeu apenas 2,8% de valor em um ano. O modelo também foi o 3º menos depreciado do mercado automotivo em 2018.

Já o desportivo Mini Cooper JWC 2.0 turbo revelou um índice de 6,9% em seu primeiro ano de uso, colocando-o em segundo lugar na lista dos que menos perderam valor em um ano.

O veículo é seguido pelo Renault Sandero R.S. 2.0 que, além de ter o menor valor de zero-quilômetro, conquistou o posto de terceiro esportivo que menos perdeu valor em 2018, com 8,5% de queda.

Veja abaixo a lista dos cinco modelos esportivos que mais e menos perderam valor em 2018.

VEÍCULO/VERSÃO 0KM 2018 Desvalorização: 1º ano de uso
VOLKSWAGEN GOLF GTI 350 TSI DSG R$ 134.870 R$ 131.041 -2,8%
MINI COOPER JCW 2.0 16V TwinPower-TB R$ 169.950 R$ 158.140 -6,9%
RENAULT SANDERO R.S. 2.0 16V HIFLEX R$ 63.400 R$ 58.008 -8,5%
HONDA CIVIC COUPE Si 1.5 TB R$ 160.000 R$ 145.600 -9,0%
PEUGEOT 208 GT THP 1.6 16V FLEXSTART R$ 84.490 R$ 73.245 -13,3%