O que você deve fazer antes de se mudar

O passo-a-passo para quem é inquilino ou acaba de receber as chaves do imóvel próprio

São Paulo – Quem está com tudo empacotado para se mudar para uma casa nova ou para um imóvel alugado deve cumprir um protocolo de vistorias e preparações para se instalar no novo lar. Veja a seguir as listas com as tarefas que cada um deve cumprir antes de se mudar, seja inquilino, seja proprietário.

Inquilinos: 5 tarefas

1. Troque todas as fechaduras e segredos das portas. Você não sabe por onde as chaves do imóvel passearam ou quantas cópias foram feitas antes de elas chegarem às suas mãos. Garantir que só você tenha a chave é uma questão fundamental de segurança.

2. Faça uma vistoria do imóvel para se certificar de que ele está sendo entregue conforme o que foi prometido em contrato. Caso o imóvel seja mobiliado, faça uma relação de tudo que se encontra dentro do imóvel e verifique se os bens batem com o que está definido em contrato.

3. Fotografe todos os cômodos para documentar o estado do imóvel no momento da sua chegada. Como os contratos requerem que o inquilino o entregue da mesma forma que o encontrou, é uma boa ideia ter as imagens em mãos para sanar quaisquer dúvidas. Mas lembre-se de que não é de sua responsabilidade danos decorrentes da depreciação do imóvel, como uma rachadura na pintura. “A manutenção do imóvel, daquilo que não for culpa do inquilino, é de responsabilidade do proprietário”, diz Luiz Calado, autor do livro “Imóveis: um guia para fazer da compra e venda um grande negócio”.

4. Solicite a religação da energia elétrica e do gás e passe as contas para o seu nome. Isso deve ser feito com antecedência, pois pode demorar alguns dias.

5. Dê uma geral no imóvel. Faça uma faxina completa e faça as trocas que julgar necessárias: assento do vaso sanitário, lâmpadas (incandescentes por mais econômicas, se for o caso), etc.


Proprietários: vistorie cada canto

1. Verifique se portas e janelas fecham corretamente e se não deixam entrar frestas de luz. Portas que precisam ser forçadas para fechar podem levar uma parede de drywall a rachar, por exemplo.

2. Verifique azulejos, louças e pisos, e veja se há ferrugens nos metais ou trincas e rachaduras nas pias. Procure também por possíveis vazamentos.

3. Jogue água onde existem ralos, para ver se o caimento está correto ou se a água fica empoçada.

4. Verifique se os rejuntes nos cantos podem acumular sujeira.

5. Dê descargas nos vasos sanitários e verifique se o cano está solto ou faz barulho na parede.

6. Verifique a qualidade da pintura e se ela não tem retoques.

7. Instale o relógio de luz.

8. Vistorie também as áreas comuns, como hall de entrada e playground. “As pessoas se preocupam mais com a unidade individual, e só muito tempo depois acabam se dando conta de que não ficaram satisfeitas com algum aspecto das áreas comuns”, diz Marcos França, diretor comercial da Requadra Desenvolvimento Imobiliário. As principais reclamações normalmente se relacionam à pintura.