O que os brasileiros esperam para a aposentadoria

Entre 15 países, Brasil ficou atrás apenas da Índia em termos de preparo para a aposentadoria, segundo cálculo da seguradora Aegon

São Paulo – Liberdade, lazer e prazer. Estas são as três palavras mais repetidas pelos brasileiros quando o que está em pauta é a aposentadoria, segundo levantamento da seguradora Aegon.

Agora, para que este tripé se materialize, dinheiro é mais do que necessário. Pelo menos para os mil entrevistados pela seguradora, isso é um fato.

Do total de profissionais e aposentados participantes da pesquisa, 47% afirmam ter um planejamento financeiro para a aposentadoria. Mas apenas 22% têm um plano por escrito.

Com base nisso e em outros critérios, a Aegon colocou o Brasil na segunda posição no ranking que mede o preparo de um povo para a aposentadoria. Ao todo, 15 países participaram do estudo.

O brasileiro também é mais otimista. Segundo o levantamento, 34% dos entrevistados que ainda estão no mercado de trabalho acreditam que manterão um padrão de vida confortável durante os anos da aposentadoria.

Os aposentados discordam. Ao todo, 60% deles não estão confiantes de que manterão um padrão de vida confortável nos próximos anos.