Nubank diminui flutuação do dólar em compras no cartão de crédito

A partir de agora, o valor das compras feitas pelos usuários do cartão roxo será fechado na data de processamento da compra, e não no fechamento da fatura

São Paulo – A fintech Nubank acabou com o sobe e desce do dólar em compras internacionais feitas no cartão de crédito. A partir de agora, o valor das compras feitas pelos usuários do cartão roxo será fechado com base na data de processamento da compra, e não mais na data de fechamento da fatura.

Contudo, o fato de a cotação da moeda ser fechada na data de processamento da compra não significa que terá como base a cotação da moeda na data da compra. O dia do processamento depende do estabelecimento e pode ocorrer, em geral, até 7 dias após a compra. Ou seja, o serviço do Nubank pode reduzir o tempo em que o usuário ficará exposto às oscilações da moeda, mas não acaba com essa exposição.

A novidade vale para todos os gastos internacionais realizados com o cartão em sites, aplicativos ou durante viagens para qualquer lugar do mundo que usam o dólar como base de conversão, desde que as faturas sejam fechadas a partir do dia 17 de outubro.

A moeda americana vem registrando uma maior volatilidade nos últimos meses, tanto por conta do cenário nacional como internacional, o que tornou ainda mais difícil prever o valor de compras feitas no exterior no fechamento da fatura, Por conta disso, a mudança feita pelo Nubank permite maior controle sobre os gastos tanto para viajantes como para quem costuma comprar em sites internacionais.

Concorrência

A Caixa é a única instituição financeira que permite, de fato, congelar a cotação do dólar em compras internacionais no cartão de crédito. No banco, o valor gasto fora do país e convertido pela cotação em reais do dia de cada compra. Dessa forma, é possível saber desde o dia da transação o valor que será pago no vencimento da fatura no caso de compras em outro país, presencialmente ou online.

Já o Itaú oferece um serviço de carregamento em dólar, euro ou libra, o que permite travar a cotação do dólar e pagar em até 40 dias, sem cobrança de juros, caso a opção seja pela compra no cartão de crédito. Os valores carregados já ficam armazenados no plástico e podem ser usados no exterior para pagar compras em estabelecimentos afiliados a bandeira do cartão, além de sites internacionais. Também é possível sacar os valores no exterior, mas, neste caso, é cobrada uma taxa sobre a operação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s