Neon lança ferramenta para estimular clientes a investir

"Arredondar meus centavos" separa uma parte de cada operação com o cartão para aplicar em CDB

São Paulo — Quem tem uma conta digital na Neon vai ganhar um novo estímulo para investir. A partir desta segunda-feira (17), a fintech vai começar a liberar aos seus clientes a função “arredondar meus centavos“. A ideia é que todos os clientes tenham acesso à ferramenta até o fim de junho.

Com a “arredondar meus centavos”, a Neon quer estimular a educação financeira e incentivar o hábito de investir. Funciona assim: ao realizar pagamentos com o cartão de débito físico ou virtual da Neon, você pode arredondar os valores para cima, aplicando a diferença automaticamente em um Certificado de Depósito Bancário (CDB).

Na prática, seria como separar o troco de cada pagamento do dia a dia — como refeições, compras e serviços — e colocar em uma aplicação. É como se fazia antigamente com os cofrinhos da poupança, só que, agora, é tudo automatizado e digital, sem o uso de moedas ou notas.

Quem gasta 24,25 reais numa refeição, por exemplo, pode autorizar o arredondamento para 25 reais. O comerciante recebe 24,25 reais e 0,75 reais são separados pela fintech para o seu investimento. Quando você acumula 10 reais de “troco”, o banco investe o valor automaticamente para você.

Para arredondar os centavos para cima, você deve habilitar essa função previamente no app da Neon em seu celular. É possível escolher um fator multiplicador de 1x, 2x, 5x ou 10x. Ou seja, no exemplo dado acima, os 0,75 reais poderiam se tornar até 7,50 reais para serem investidos automaticamente.

Até atingir 10 reais, os centavos arredondados não rendem e podem ser consultados na lista de detalhe do investimento, descrito como “Arredondado (a investir)”. Após atingir esse valor, eles são adicionados automaticamente ao investimento.

Só é possível ativar o arredondamento para um investimento e, caso deseje resgatar os valores arredondados antes da aplicação, basta desativar esta função no app e os valores que ainda não foram investidos serão creditados novamente na sua conta.

“Todo mundo pode se tornar um investidor se poupar um pouquinho por dia, por menor que seja o valor. Queremos incentivar as pessoas a alcançarem seus objetivos financeiros mais rapidamente, fazendo do investimento um hábito cotidiano”, afirma Guilherme Lorensini, diretor de Negócios da Neon. “A poupança é muito popular, mas rende muito pouco, em torno de 70% do CDI. Nosso CDB rende até 101% do CDI.”

“Queremos dar mais ferramentas para o nosso cliente entender mais sobre finanças, sobre como poupar e como investir. É uma bandeira bastante forte nossa, temos um blog cheio de conteúdo, uma campanha chamada ‘Foca no Dinheiro’. É um desejo nosso como empresa, poder gerar muito valor para os nossos clientes”, concluiu o executivo.

Segundo Lorensini, a Neon planeja disponibilizar outros produtos de investimento no futuro, mas por ora trabalha apenas com um CDB do Banco Votorantim, seu parceiro, que paga de 95% a 101% do CDI, dependendo do tempo da aplicação — quanto maior, mais alto será o rendimento.

Ao investir pelo aplicativo da Neon é possível optar por dois modelos de investimentos em CDB: Livre ou Objetivo. No primeiro, é possível investir qualquer quantia a partir de 10 reais a qualquer momento.

No segundo, você estabelece o valor que quer atingir, em quanto tempo, e se quer investir diariamente ou mensalmente e o app transfere automaticamente da conta corrente para os investimentos o valor necessário para alcançar a meta. Ambos possuem liquidez diária, ou seja, você pode resgatar sua aplicação a qualquer momento.

Cuidados

Estimular a educação financeira e os investimentos é sempre bom. O ideal é que você comece a investir o quanto antes, mesmo que uma quantia pequena de dinheiro, já que no longo prazo isso deve se tornar um valor relevante.

Segundo especialistas em finanças consultados pelo site EXAME, a ferramenta da Neon pode ser uma boa aliada para quem não tem controle financeiro e nem disciplina para separar parte do salário todo mês para investir.

Mas, caso você tenha disponibilidade de tempo para pesquisar, é possível encontrar opções de investimento que serão ainda mais vantajosas para você. Alguns CDBs de bancos médios, por exemplo, chegam a pagar até 120% ou mais do CDI (é preciso checar a liquidez do produto também).

Sites comparadores de investimentos, como o Yubb, por exemplo, podem ser um aliado para você escolher os produtos que melhor te remuneram, caso você seja uma pessoa disciplinada que poupa para fazer aplicações de longo prazo.

Quanto aos riscos, todos os CDBs têm o seguro de depósito do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que cobre o seu prejuízo em caso de quebra da instituição financeira limitado a 250 mil reais por CPF.