Na reta final para o saque do PIS, Caixa abrirá mais cedo

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para que cotistas com menos de 60 anos possam sacar o dinheiro. Agências abrem mais cedo nesta quinta e sexta

Termina nesta sexta-feira, dia 28, o prazo para que cotistas do PIS e do Pasep com menos de 60 anos possam sacar o benefício.

Para facilitar o atendimento aos cotistas que ainda não sacaram seus benefícios, as agências da Caixa ficarão abertas duas horas a mais nos dias 27 e 28 de setembro.

Na cidade de São Paulo, as agências terão sua abertura antecipada em 1 hora e o fechamento prorrogado em 1 hora. Assim, o horário de funcionamento será das 9 às 17 horas, exceto nas unidades localizadas em shoppings.

No Estado de São Paulo, 1,3 milhão de pessoas com menos de 60 anos ainda não haviam resgatado o benefício, o que representa um montante de R$ 1,9 bilhão a ser pago.

Quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 1988 pode ter direito a receber o dinheiro. Os trabalhadores podem consultar o valor e qual o melhor canal para o saque na página da Caixa Econômica Federalno caso do PIS ou no Banco do Brasil, no caso do Pasep.

A consulta permite ver o valor que cada cotista tem a receber e os canais disponíveis para realização do pagamento. Caso o valor já tenha sido creditado em conta, o site também informará qual a conta e banco em que foi creditado o PIS.

A partir de 1º de outubro, os saques voltarão a ser permitidos somente para os cotistas que atendam a um dos critérios previstos: pessoas com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas.

Mais de 4 milhões ainda não sacaram R$ 5,7 bilhões

Até segunda-feira, foram pagos R$ 9.6 bilhões aos trabalhadores cadastrados no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Mais de 4 milhões de pessoas com menos de 60 anos, que possuem o benefício, ainda não resgataram sua cota do PIS, contabilizando R$ 5,7 bilhões disponíveis para o saque até o último dia útil de setembro.

Na última semana, a Caixa transferiu cerca de R$ 1,7 bilhão aos trabalhadores que possuem conta em bancos privados. A medida foi decorrente de um acordo feito pelo Ministério do Planejamento, Febraban e oito bancos privados para que os . No site da Caixa, os trabalhadores também podem conferir se o seu benefício já foi creditado ou ainda está disponível para saque.

A Caixa também disponibiliza outros canais para consulta ao benefício. O APP CAIXA Trabalhador está disponível para download nas plataformas Android e IOS, é gratuito e as informações estão disponíveis ao clicar no link “Informações Cotas do PIS”, onde o trabalhador deverá informar o CPF ou NIS, data de nascimento para saber se possui saldo de cotas do PIS. Para verificar o valor também deverá ser informada a senha internet. Os terminais de Autoatendimento também podem ser usados com Cartão do Cidadão, ou o internet banking para correntistas da Caixa, na opção “Serviços ao Cidadão”.