Liminar suspende títulos de capitalização no interior de SP

Clientes do Bauru Cap tinham que abrir mão do resgate para participar de sorteio

São Paulo – A justiça suspendeu as vendas do título de capitalização Bauru Cap, comercializado no interior de São Paulo. Em agosto, o Ministério Público Federal (MPF) protocolou uma ação civil pública denunciando o produto como um jogo de azar.

Apesar dos títulos serem vendidos como capitalização, o comprador tinha que ceder o resgate de capital para contribuir com a Liga Nacional de Futebol (Linaf), que promove futebol amador, e participar de sorteios.

O juiz Massimo Palazzolo, da 2ª Vara Federal Bauru, determinou a suspensão imediata da venda e dos sorteios do título de capitalização. A partir do momento que forem intimadas sobre a decisão, a Sul América Capitalização (Sulacap), que emite os títulos, e a Luma Cap, empresa que organiza o sorteio, deverão também veicular um anúncio sobre a decisão nos mesmos canais de televisão que anunciava as vendas dos títulos.