Kia anuncia devolução de valor cobrado a mais após novo IPI

Montadora havia reajustado preços em 8,41%, mas agora voltou atrás na tabela

São Paulo – A Kia Motors anunciou, nesta manhã, que voltou a adotar a tabela de preços sugeridos ao consumidor anterior à publicação do decreto que elevava o percentual de IPI cobrado sobre carros importados. Na última sexta-feira, a montadora tinha publicado uma nova tabela de preços, reajustados em 8,41%. Os consumidores que, nesse meio tempo, pagaram a mais por veículos da Kia terão a diferença ressarcida.

A medida foi tomada após o STF suspender o aumento do imposto, prorrogando-o para dezembro. Segundo nota enviada pela Kia, apenas 42 unidades foram vendidas com o percentual de reajuste por conta do IPI mais elevado. Após a publicação da decisão do STF no Diário Oficial, os compradores deverão procurar as concessionárias para obter o reembolso.

No último mês, outras montadoras reajustaram o valor de seus carros, como a Volkswagen, que elevou o preço do Tiguan. O advogado Edson Pinto aconselha aos consumidores que pagaram valores com reajuste por seus veículos a procurar a concessionária para tentar obter a devolução do imposto. “Os procedimentos de como essa devolução será feira devem ficar mais claros daqui a uns três ou quatro dias”, afirma.