IRPF 2016: Dependentes

Guia EXAME.com do Imposto de Renda 2016 mostra como incluir dependentes na declaração

A inclusão de um dependente na Declaração de IR, como um filho, cônjuge ou pai (veja os dependentes que podem ser incluídos), valerá a pena somente se ele gerar mais descontos do que acréscimos à base de cálculo do imposto do titular.

Ainda que ao informar um dependente seja possível deduzir algumas das despesas que você teve com essa pessoa, os rendimentos dela também devem ser declarados no IR, e assim, dependendo do caso, a inclusão pode não ser vantajosa (veja como avaliar).

Caso a decisão seja pela inclusão do dependente, o primeiro passo é abrir a ficha “Dependentes”, no menu ao lado esquerdo da declaração e clicar em “Novo”, no canto inferior direito da página.

Em seguida, selecione o tipo de dependente (exemplo: filho de até 21 anos, cônjuge, etc.). 

Depois, basta digitar o nome completo do dependente, seu CPF e data de nascimento e clicar em OK. O programa mostrará o valor total de dedução que será obtida com cada dependente.

Neste ano, quem optar pela declaração completa poderá abater um valor de 2.275,08 reais por cada dependente informado na declaração. 

Vale lembrar ainda que, por mais que a declaração seja apresentada no modelo simplificado, o contribuinte pode incluir dependentes. Assim, se esses dependentes estiverem obrigados a apresentar o IR, essa obrigação é cumprida quando ele é reportado como dependente.

Ir para o próximo passo: como incluir alimentandos.

Esta página faz parte do Guia do IRPF 2016, de EXAME.com, elaborado em parceria com Rodrigo Paixão e Thiago Mirales, sócios da Atlas Tax Consulting. Clique aqui para ver o índice geral do Guia.