Game gratuito ensina criança e adolescente a lidar melhor com o dinheiro

Foco do game são adolescentes do ensino médio, que já têm em mente o seu objetivo após terminar o período escolar

São Paulo – A Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF), em parceria com a TV Escola, lançou um game de educação financeira voltado para jovens de 7 a 18 anos que pode ser baixado de forma gratuita em aparelhos com sistema Android ou iOs.

O foco da ferramenta é mostrar ao adolescente como usar o dinheiro de forma consciente. É possível escolher entre cinco objetivos de vida, entre eles ser empreendedor ou cursar uma faculdade pública e morar em uma república com outros estudantes. A partir dessa escolha, o game vai colocar situações que estimulam a tomada de decisões com base na primeira escolha.

Por exemplo, se o adolescente deseja ser um empreendedor, ele vai se deparar com a oportunidade de ir a uma festa para conhecer projetos inovadores. Para isso, precisa pagar por um ingresso. “Alguns podem pensar que isso é um custo, mas, na verdade, esse dinheiro é um investimento para o futuro”, diz Claudia Fortes, superintendente da AEF-Brasil.

Caso o jogador prefira economizar, o game irá dar um alerta para que pense melhor. Se ainda assim fizer essa opção, lá na frente, quando abrir a sua empresa, não vai ter contatos para formar uma equipe e vai precisar fazer um curso. “A ideia é mostrar que networking pode ser mais importante que ter capital para abrir o negócio. Ou seja, no game, damos a chance do jogador errar e rever a sua decisão. E, principalmente, ver o impacto que cada uma delas tem”.

Claudia diz que o game foi a forma encontrada para falar sobre um tema cascudo de forma mais leve. “Muita gente relaciona o aprendizado sobre o dinheiro com um monte de conta de matemática. Não é. É comportamento puro, tem muita psicologia”, explica. “A vida não vem com um manual, mas, sim, com opções. Ainda que a opção seja não aprender sobre como lidar com o dinheiro, isso não deixa de ser uma escolha e certamente terá impacto no futuro da criança e do adolescente”, completa Claudia. “E quanto mais cedo isso for aprendido, mais fácil mudar comportamentos”.

O game foi idealizado por um time de profissionais especializados no desenvolvimento de objetos de aprendizagem: desenvolvedores, designers e consultores de educação financeira.

A ideia é que a ferramenta seja utilizada na sala de aula de escolas públicas. O projeto também inclui o treinamento de professores que, muitas vezes, também não tiveram educação financeira adequada ao longo da vida e precisam interagir com os alunos que utilizam a ferramenta.

Vida e Dinheiro

A AEF reúne informações e projetos de educação financeira no portal Vida e Dinheiro. Nele, é possível acompanhar os capítulos da série de vídeos “Sem Neuras”, que mostra uma adolescente passando pelos “perrengues” financeiros dessa fase da vida.

É possível ainda baixar livros didáticos sobre educação financeira de forma gratuita tanto voltados para o ensino fundamental como para o ensino médio.

A AEF tem ainda projetos de educação financeira com foco em mulheres que são beneficiárias do Bolsa-Família e idosos. O material dos projetos também podem ser acessados de forma gratuita no link.