Fundos de renda fixa nos grandes bancos perdem do CDI em 5 anos desde 2013

Já os fundos dos demais gestores só perdem do CDI em dois dos últimos cinco anos, segundo estudo da Economatica

Os fundos de renda fixa dos bancos de varejo ficaram atrás do juro referencial do CDI em cinco dos últimos sete anos, conforme estudo da Economática. Já os fundos dos demais gestores só perdem do CDI em dois dos últimos cinco anos.

O levantamento calculou a mediana do prêmio sobre o CDI de todos os fundos de renda fixa em períodos anuais (de 2013 até 2018), em 2019 até o dia 16 de agosto e em períodos de 12, 24, 36, 48 e 60 meses.

Para a amostra, foram considerados todos os fundos de renda fixa conforme classificação Anbima e foram incluídos os fundos que estavam presentes em cada data, mesmo que hoje eles estejam encerrados.

Para a amostra de bancos de varejo, foram considerados os seguintes participantes: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itau Unibanco e Santander.

Um segundo corte foi feito com fundos exclusivos e não exclusivos. Para o levantamento por número de cotistas foi considerada a quantidade de cotistas no dia 16 de agosto de 2019.

O gráfico abaixo mostra o desempenho de todos os fundos de renda fixa dos bancos de varejo com relação a todos os demais gestores. Ele mostra que, em duas oportunidades (2013 e 2015) os bancos de varejo tiveram um desempenho melhor que os demais gestores. Em todas as demais amostras, os fundos de bancos de varejo perdem para os demais gestores.

Os fundos de bancos de varejo na mediana só ultrapassam o CDI no ano de 2017. Os demais gestores só perdem do CDI nos anos de 2013 e 2015.

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras (Economatica/Reprodução)

Fundos de varejo exclusivos e não exclusivos

Outro levantamento considera todos os fundos de bancos de varejo em comparação com os fundos exclusivos, com um só investidor. O resultado foi que os fundos não exclusivos ganham do CDI somente no ano de 2017, mas perdem para os fundos exclusivos em todos os períodos da amostra.

Os fundos exclusivos, na mediana, perdem do CDI em três amostras (2013, 2015 e 2016).

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras (Economatica/Reprodução)

Demais gestores, fundos exclusivos e não exclusivos

O levantamento mostra que a mediana do prêmio dos fundos não exclusivos, excluindo os bancos de varejo, perde para o CDI em quatro dos 12 períodos.

Os fundos exclusivos ganham do CDI em dez das doze amostras.

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras (Economatica/Reprodução)

Fundos com mais de 500 cotistas

O levantamento considera ainda fundos de renda fixa com mais de 500 cotistas no dia 16 de agosto de 2019 e mostra que os fundos dos bancos de varejo perdem para a mediana de todos os demais gestores e o prêmio é inferior a 95% do CDI em todas as amostras.

A mediana dos fundos dos demais gestores ganha do CDI em sete das doze amostras.

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras (Ecomomatica/Divulgação)

Fundos de varejo e fundos de demais gestores, exclusivos ou não

A amostra abaixo considera todos os fundos de renda fixa presentes em cada período (amostra variável). Pode-se verificar que, com todas as amostras, os fundos exclusivos têm melhor desempenho que os fundos não exclusivos. A amostra considera todas as gestoras do mercado.

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras

Fundos de renda fixa em bancos de varejo e demais gestoras (Economatica/Reprodução)

O levantamento, foi feito com amostra variável, já que o prêmio foi calculado em cada amostra com todos os fundos existentes em cada período. Para isso, a Economatica utiliza os fundos ativos e encerrados.

Essa notícia foi publicada originalmente no site Arena do Pavini

Conte com a ajuda da assessoria BTG Pactual digital na hora de investir. Abra sua conta!