Fundos de inflação perdem até 3% com alta dos juros pós-Trump

Índice que acompanha os juros das NTN-B no mercado, o IMA-B, apresenta perdas, especialmente o de papéis acima de 5 anos, o IMA-B 5+

Os fundos de inflação, que investem em papéis do Tesouro corrigidos pelo IPCA, as NTN-B, ganharam bastante neste ano com a queda dos juros, mas estão sofrendo após a eleição do republicando Donald Trump nos Estados Unidos e com a alta das taxas.

Os fundos chegam a perder mais de 3% em três dias em virtude da subida dos juros. E a perda deve continuar pois as cotas ainda não incluem a subida de hoje.

O índice que acompanha os juros das NTN-B no mercado, o IMA-B, apresenta perdas, especialmente o de papéis acima de 5 anos, o IMA-B 5+.

A NTN-B, papel que rende juros reais mais a inflação do IPCA, passou a pagar hoje 6,25% para o papel mais longo sem juros semestrais.

No dia 8, terça-feira da semana passada, dia das eleições americanas, o juro real do papel era de 5,72%, um aumento de 0,51 ponto percentual.

A perda em 30 dias do papel é de 10,38%. Já o prefixado, a LTN, com vencimento em 2023, passou de 11,41% para 12,55, mais de um ponto percentual de aumento.. Em um mês, a perda é de 5,42%.

Já o papel com vencimento em 2050, o mais longo, acumula uma queda de 8,28% no mercado. A taxa desse papel, que paga juros semestrais, subiu de 5,68% para 6,21% do dia 8 para cá.

A tendência desses fundos é se ajustar depois de oscilações mais fortes com a desta semana. Analistas afirmam que, apesar da alta recente, a tendência dos juros no Brasil ainda é de baixa, o que deve fazer esses papéis recuperarem seu valor.

A mesma perda ocorrer nos papéis do Tesouro Direto, mas ela só é efetiva se se o investidor vender o papel agora. Quem levar o papel até o vencimento receberá a taxa combinada na aplicação.

Abaixo, os principais fundos de inflação do mercado. Vale notar, que, apesar da queda, o ganho no ano ainda é expressivo, e se as taxas pararem de subir essas carteiras terão rendimento mais alto, compatível com os novos juros do mercado.

Já se os juros continuarem subindo, haverá novas perdas, por isso o ideal é aplicar recursos de prazo mais longo nesses fundos.

Nome Gestora Trump 2016 1 ano
Caixa FI Brasil Ima B 5+ Tp RF LP Caixa -3,26 25,03 23,25
Wa Inflation Gold FICFI RF Western Asset -2,73 20,22 20,05
Bradesco H FI RF LP Precos Bram Bradesco -2,68 20,17 22,41
Gf Fc FI RF Ima B Gf Gestao -2,47 19,68 20,01
BTG Pactual FI RF Ima B BTG Pactual -2,43 20,46 20,67
BB RF LP Indice de Preco 5 Mil Fc BB Dtvm S.A -2,41 18,72 18,32
BB Prev RF Ima B Tit Publ FI BB Dtvm S.A -2,41 20,16 20,08
BB RF LP Indice de Preco Estilo BB Dtvm S.A -2,41 19,25 18,92
Santander Fc Juros Reais RF Santander Brasil -2,41 20,02 19,92
Itau Private RF Inflation FICFI Itau Unibanco SA -2,4 19,77 19,67
Itau Vertice RF Ima B FICFI Itau Unibanco SA -2,4 20,1 20,05
FI Caixa Brasil Ima B Tp RF LP Caixa -2,39 20,13 19,86
Caixa FI Brasil 2024 I Tp RF Caixa -2,01 12,7 13,58
Icatu Vanguarda Inflacao Curta RF Icatu Vanguarda -0,69 12,55 14,44
Santander FICFI Inflacao RF Santander Brasil -0,66 11,53 13,22
JPM Real Rates FI RF JP Morgan Asset -0,66 13,53 15,24
Itau RF Ima-B 5 FICFI Itau Unibanco SA -0,66 11,56 13,26
BTG Pactual Tesouro IPCA Curto BTG Pactual -0,65 12,98 15,11
Santander FI Ima B 5 Top RF LP Santander Brasil -0,65 12,99 14,88
FI Caixa Brasil Ima B 5 Tp RF LP Caixa -0,65 12,77 14,55