Fundo de Tesouro Selic do BTG vai ter taxa reduzida para 0,08% ao ano

A taxa atual é de 0,09% ao ano e já é a menor do mercado para fundos abertos em sua categoria, segundo o BTG

São Paulo — A plataforma de investimentos online BTG Pactual digital vai reduzir a taxa do fundo BTG Pactual digital Tesouro Selic Simples FI RF para 0,08% ao ano ao atingir 250 milhões de reais de patrimônio líquido.

A taxa atual é de 0,09% ao ano e já é a menor do mercado para fundos abertos em sua categoria, segundo o BTG. O patrimônio líquido atual do fundo é de 232 milhões de reais.

“No lançamento do fundo, em maio de 2018, a taxa era de 0,10% a.a. Rapidamente, alcançamos 100 milhões de reais de patrimônio e, em comemoração, reduzimos a taxa para 0,09% a.a. O nosso desejo é que, conforme o patrimônio do fundo cresça, possamos reduzir essa taxa ainda mais, até chegar a apenas 0,02% a.a.”, disse Marcelo Flora, sócio responsável pelo BTG Pactual digital.

Segundo o banco, a taxa menor é a grande vantagem de quem investe em Tesouro Selic através do fundo. Se a pessoa fizer isso diretamente no Tesouro Direto ou até mesmo por uma corretora que pratique taxa zero, por exemplo, paga 0,25% ao ano de taxa de custódia cobrada pela CBLC. Além disso, ao resgatar, recebe o montante apenas no dia seguinte ao requerimento (D+1).

Já o fundo do BTG, que é composto exclusivamente por títulos públicos Tesouro Selic (LFT), tem liquidez diária (D+0) para pedidos de resgate em dias úteis e realizados até as 15h30 e possibilidade de envio de TEDs até as 17h00. A aplicação mínima é de 500 reais e movimentação mínima é de 100 reais.

“Por conta de seu baixo risco e alta liquidez, esse é o investimento ideal para o que chamamos de ‘colchão’ financeiro de emergência. Além da facilidade do resgate, o Tesouro Selic oferece baixíssima volatilidade. É uma excelente alternativa à poupança e ao próprio Tesouro Selic (LFT) oferecido no Tesouro Direto”, completou Flora.