Estou desempregado. O banco pode tomar meu único bem?

Especialista diz que a retomada do bem depende da natureza da dívida

Dúvida do internauta: Quem tem uma dívida com o banco e ficou desempregado pode perder o único bem que tem em seu nome, como o carro, por exemplo?

Resposta de Ronaldo Gotlib*

Cada espécie de dívida tem um risco específico em caso de falta de capacidade de pagamento. Por exemplo, um financiamento de automóvel ou imóvel geralmente tem como garantia o próprio bem financiado.

Já no caso de um empréstimo pessoal, não há garantia do bem, mas simplesmente a cobrança do valor.

Se o bem estiver dado como garantia ao banco no financiamento, ele pode ser tomado pela instituição financeira por conta do processo de cobrança iniciado a partir da inadimplência. O desemprego, por si só, não tem o poder de impedir o credor de receber o que lhe é devido.

Veja o que realmente acontece com quem não paga contas

*Ronaldo Gotlib é consultor financeiro e advogado especializado nas áreas de Direito do Consumidor e Direito do Devedor. Autor dos livros “Dívidas? Tô Fora! – Um Guia para você sair do sufoco”, “Testamento – Como, onde, como e por que fazer”, “Casa Própria ou Causa Própria – A verdade sobre financiamentos habitacionais”, “Guia Jurídico do Mutuário e do candidato a Mutuário”, além de ser responsável pela elaboração do Estatuto de Proteção ao Devedor e ministrar palestras sobre educação financeira.

Perguntas, críticas e observações em relação a esta resposta? Deixe um comentário abaixo!

Envie suas dúvidas sobre dívidas, empréstimos e financiamentos para seudinheiro_exame@abril.com.br.