Como os milionários escolhem seus investimentos

Pesquisa aponta os principais fatores levados em conta na escolha de uma aplicação financeira por quem tem patrimônio de mais de 1 milhão de dólares

São Paulo – Uma pesquisa da consultoria americana Spectrem Group revela quais são as principais preocupações dos milionários americanos ao escolher uma aplicação financeira.

A grande maioria (91%) leva em conta o nível de risco associado ao investimento. Entre os milionários entrevistados, 60% se consideram como investidores que aceitam riscos moderados, enquanto 25% se classificam como investidores agressivos.

O estudo “Financial Attitudes and Concerns” foi feito com investidores que têm patrimônio entre 1 milhão de dólares e 5 milhões de dólares. O cálculo não considera o imóvel de residência dos entrevistados. 

Veja na tabela a seguir os principais aspectos levados em consideração por milionários ao investir, de acordo com a Spectrem:

Principais fatores levados em consideração ao investir Porcentuais
Nível de risco associado aos investimentos 91%
Diversidade de investimentos 89%
Reputação das empresas nas quais investem 82%
Incidência de taxas e impostos sobre as aplicações 80%
Histórico do investimento 75%
Responsabilidade social associada à aplicação 29%

Fonte: Spectrem Group

A diversidade da carteira de investimentos aparece como o segundo fator mais levado em conta pelos entrevistados ao selecionar investimentos: 89% dos milionários se preocupam em aplicar o dinheiro em diversos produtos financeiros.

Tanto o fator diversidade, quanto o fator risco, têm maior peso entre os entrevistados mais velhos do que entre os mais jovens, segundo a pesquisa. 

Quem utiliza os serviços oferecidos por uma consultoria financeira ou consultor financeiro independente é mais propenso a considerar a diversidade de investimentos na hora de escolher onde investir: nesses casos, o porcentual de entrevistados que têm essa preocupação sobe para 94% (veja quais são os sete erros mais evitados pelos ricos ao investir).

Já 82% dos investidores consideram a reputação das empresas nas quais investem. Mas entre os milionários mais jovens, com menos de 36 anos, esse aspecto é menos relevante: 62% levam o renome da companhia em conta ao escolher onde aplicar o dinheiro.

Impostos e taxas associados à aplicação financeira são levados em consideração por 80% dos entrevistados, enquanto 75% também se preocupam com o histórico do investimento.

Apenas 29% se preocupam com a responsabilidade social da aplicação financeira. Esse porcentual é maior entre os milionários mais jovens: 44% levam esse aspecto em consideração ao investir.

Milionários que têm entre 36 e 44 anos, são os que afirmam gostar mais de investir (63%), seguidos por aqueles que têm menos de 36 anos (59%) e mais de 64 anos (45%) (veja os fatores que levam milionários a acumular riqueza).