Ferramenta calcula renda do plano de previdência privada

Programa da Superintendência de Seguros Privados (Susep) permite simular o valor da renda a ser recebida no futuro conforme o plano de previdência pesquisado

São Paulo – Os planos de previdência privada têm uma série de regras que pode dificultar a busca pelo produto mais adequado.

A complexidade dos cálculos sobre a renda que será recebida na aposentadoria torna difícil para o investidor verificar qual será o resultado da aplicação financeira.

“É complicado encontrar a forma de realizar os cálculos que podem auxiliar o segurado na escolha do plano”, diz Newton Conde, professor especialista em previdência privada da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (FIPECAFI).

Mas uma ferramenta oferecida no site da Superintendência de Seguros Privados (Susep) pode facilitar a vida de quem busca informações sobre os planos oferecidos no mercado.

Ao inserir alguns dados, a ferramenta permite fazer o cálculo tanto do valor mensal das parcelas que serão recebidas no futuro como do valor de resgate ao final do pagamento, caso o investidor receba uma parcela única como indenização.

Passo a passo

Em primeiro lugar, é preciso encontrar o código do plano pesquisado (número do processo) e digitá-lo no campo “Consulta de Produtos”.

Na página que se abrirá em seguida, o segurado deve clicar no link “Regulamento”. Dessa forma, é possível verificar todas as características do investimento.

São informações como taxa de carregamento (taxa descontada a cada aporte feito), tábua atuarial (que define quanto o participante tende a viver e com base nessa informação calcula o pagamento do benefício) e o tipo de fundo de investimento no qual o plano investe seus recursos.

Com as informações sobre o plano de previdência, quem planeja contratá-lo deve buscar a seção “Cálculo VGBL ou PGBL”, conforme a modalidade do produto escolhido (entenda as modalidades dos planos de previdência).

É possível encontrar o plano pelo nome da seguradora, modalidade de contratação e o código do produto.

A ferramenta mostra então as características resumidas do investimento e o simulador de renda.

Para simular os valores, basta inserir o tipo de renda mensal (se será vitalícia, temporária, etc.), data de nascimento, data prevista para o início de concessão da renda, sexo e valor do saldo estimado da aplicação financeira na data prevista para o recebimento da aposentadoria.

Ao inserir as informações, o programa mostra o valor mensal das parcelas a serem recebidas.

Ainda que a ferramenta não mostre qual será a renda futura, para um determinado valor de investimento feito ao longo da vida, com os dados mostrados o usuário consegue verificar a renda paga por diferentes planos a partir da informação do saldo do plano ao final da fase de investimento.

Assim, é possível comparar qual plano tem a melhor perspectiva de retorno.