Clientes Nubank vão poder pagar corridas do Cabify com pontos

A cada um real gasto com corridas, clientes do Rewards ganham dois pontos, mas para eliminar um real de corrida da fatura serão necessários 130 pontos

São Paulo — O Nubank anunciou nesta terça-feira (7) uma parceria com a empresa de transportes Cabify. O acordo permite que as corridas pagas com o cartão roxo da fintech gerem pontos no programa Rewards, enquanto os pontos também poderão ser usados para eliminar o valor das corridas da fatura.

Só vão conseguir se beneficiar da parceria os clientes do Nubank que fazem parte do programa de fidelidade da fintech, o Rewards. Ele é opcional aos usuários do cartão roxo e pode ser assinado em um plano mensal de 19 reais ou o anual de 190 reais. Veja se o programa de recompensas do Nubank vale a pena.

Vai funcionar assim: a cada um real gasto com corridas da Cabify, o cliente Nubank vai acumular dois pontos no Rewards. Ou seja, se pagar com o cartão roxo uma corrida de 30 reais, vai acumular 60 pontos no programa de fidelidade da fintech, por exemplo.

Do outro lado, os clientes Nubank também poderão eliminar as corridas realizadas na Cabify da fatura do cartão roxo. Mas a taxa de conversão, nesse caso, é bem diferente: para cada real que será apagado da fatura, o cliente terá que usar 130 pontos. Ou seja, para apagar uma corrida de 15 reais, será preciso usar 1.950 pontos, por exemplo.

As companhias anunciaram que, durante o primeiro mês da parceria, os novos clientes vão ganhar um bônus de 1000 pontos extras na primeira utilização. Pela regra, 1000 pontos conseguem eliminar da fatura uma corrida de apenas 7,69 reais —ou seja, um trajeto bem curto.

“O maior objetivo do Nubank Rewards é gerar benefícios reais para os nossos clientes, e estamos bastante animados em continuar trazendo novidades que estão alinhadas com os nossos valores”, diz Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, em nota.

“Estamos orgulhosos de avançar cada vez mais ao oferecer experiências e ações que contemplam toda a jornada do cliente, dentro ou fora do veículo do motorista parceiro”, afirma Nicolas Scridelli, diretor de parcerias da Cabify no Brasil.