Caixa vende imóveis com até 80% de desconto nesta semana

Banco oferece 18 mil imóveis usados, entre casas, apartamentos, salas comerciais e terrenos, localizados em diversas cidades do país

São Paulo – A Caixa coloca à venda a partir desta segunda-feira (13) mais de 18 mil imóveis usados com desconto de até 80% de seu valor de mercado. São centenas de casas, apartamentos, salas comerciais e terrenos de propriedade do banco que serão ofertados por meio das modalidades leilão, licitação aberta, venda direta ou venda online.

A 2ª Semana de Imóveis Caixa termina no sábado (18) e é realizada em diversas cidades do país. Durante esta semana, os visitantes poderão acompanhar as sessões de leilões e disputa aberta e ofertar lances.

Além de ter acesso a folhetos com as principais ofertas em cada localidade, os visitantes do evento terão o apoio de funcionários do banco para realizar consultas no site e poderão pedir mais informações sobre cada oferta, inclusive fotos e características do imóvel. O cliente também terá o apoio dos corretores credenciados.

Em São Paulo estão disponíveis para venda 702 imóveis. O preço dos imóveis varia de 45,5 mil reais a 2,1 milhões de reais. O percentual médio de desconto na cidade é de 20%, enquanto o maior desconto é de 80% e refere-se a um imóvel situado no Butantã. Avaliado em 227.594,01 reais e com valor inicial de venda de 45.518,80 reais (Leilão 0033/2018)., o apartamento tem uma sala, três quartos, cozinha, vaga de garagem, área de serviço e banheiro.

Dos 702 imóveis vendidos na capital, 669 são casas, apartamentos e sobrados. Há também 14 terrenos e 19 imóveis comerciais. Dentre eles, 438 são ofertados por venda Direta, 116 por meio de leilões e 98 por venda online.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode comprar imóveis da Caixa, com exceção dos empregados vinculados às áreas de alienação e avaliação dos imóveis e dirigentes da instituição, bem como seus parentes diretos.

O banco oferece possibilidade de financiamento do imóvel em todas as modalidades de compra e garante que todos os imóveis vendidos estão com documentação regular. O saldo de FGTS pode ser usado na compra, desde que obedecidas as regras do fundo.

Veja a lista completa de imóveis ofertados durante o evento

Como funciona

Assim que os imóveis são devolvidos à Caixa, como previsto em lei pela garantia de alienação fiduciária, poderão ser realizados até dois leilões. O primeiro leilão é realizado 30 dias após a devolução do imóvel.

Caso o imóvel não receba lance no primeiro leilão, após 15 dias é realizado o segundo leilão. Se o imóvel não for vendido nem no primeiro e nem no segundo leilão, ele será oferecido em licitação aberta, licitação fechada e venda direta.

Na licitação aberta, vence o lance mais vantajoso para a Caixa. Ela acontece presencialmente nos auditórios da Caixa, por todo o Brasil, ou em espaço do próprio leiloeiro credenciado que realiza a licitação aberta.

Na licitação fechada, basta apresentar uma proposta de compra por escrito depois que o edital for publicado. Os envelopes apresentados serão abertos e classificados. Quem fizer a melhor proposta, respeitando o preço mínimo de venda, é considerado o vencedor.

Na venda direta, o primeiro interessado que realizar caução e apresentar proposta de valor igual ou superior ao preço mínimo estabelecido garante a compra do imóvel! Essa é a única modalidade de venda que pode ser intermediada por um corretor/imobiliária credenciada e os custos de comissão são pagos pela Caixa. Na venda online, uma modalidade nova, o interessado se cadastra no site e apresenta uma proposta antes do cronômetro “zerar”.

Leilões Caixa Leilões Caixa

Leilões Caixa (Caixa/Divulgação)

Na compra por licitação fechada, é necessário fazer uma proposta de valor e um depósito-caução para adquirir o imóvel em qualquer agência da Caixa ou no local informado no edital. Na venda direta, a negociação poderá ser intermediada por corretor ou imobiliária credenciados, que acompanharão o processo de venda até o registro. Na licitação aberta, basta comparecer ao local definido no edital e fazer o lance.​​

As contas de condomínio e IPTU em atraso até a data da venda serão pagas pela Caixa. Ou seja, o comprador ficará livre de qualquer dívida, desde que não seja o responsável pelos débitos existentes e a aquisição não ocorra no segundo leilão.

Caso queira visitar o imóvel pesquisado, basta que o interessado clique em “Incluir na minha lista”, depois “Ir para a minha lista” e “Agendar visita”.

Alguns imóveis podem estar ocupados. Neste caso, é necessário aguardar o contato da equipe da Caixa. 

Os imóveis ofertados possuem registro no Cartório de Registro de Imóveis em nome da Caixa. Após adquirir o imóvel, o comprador deverá comparecer ao Cartório de Registro de Imóveis e fazer o registro de propriedade do bem, que é comprovado pela escritura ou contrato de compra e venda. A partir desse momento, passa a ser o titular do direito real do imóvel, que possibilita usá-lo diretamente, emprestar, alugar, entre outros, e também solicitar ao juízo competente (foro judicial) o pedido de desocupação, se for o caso. Para isso, precisará de um advogado.

Veja o cronograma do evento em cada cidade