Banco Inter oferece R$ 2 bilhões em crédito imobiliário pré-aprovado

A iniciativa, segundo o banco, faz parte de uma nova política de concessão de crédito para os 2,2 milhões de correntistas

São Paulo — O Banco Inter vai oferecer 2 bilhões de reais em crédito imobiliário pré-aprovado para clientes selecionados da conta digital. A iniciativa, segundo o banco, faz parte de uma nova política de concessão de crédito para os 2,2 milhões de correntistas.

Quem tiver crédito disponível poderá usá-lo para a compra de imóveis ou para empréstimos com garantia de imóvel — conhecidos como home equity. Veja 7 mitos e verdades do empréstimo com imóvel de garantia.

Segundo o vice-presidente comercial do Inter, Marco Túlio Guimarães, a nova política utiliza um cruzamento de dados que concilia o perfil dos correntistas e as oportunidades oferecidas pela conta digital, otimizando a oferta de produtos. Os clientes com crédito pré-aprovado receberão alertas sobre a oferta em seus celulares.

“Identificamos os clientes da nossa base de correntistas com apetite tanto para home equity quanto para a compra do imóvel”, diz. “A contratação do crédito é 100% digital e, ao longo do ano, a expectativa é que essa oferta de crédito também seja ampliada para outros produtos.”

Em 2018, o banco reduziu a taxa do financiamento imobiliário residencial de 12% ao ano mais IPCA para os atuais 9% ao ano mais Taxa Referencial — essa taxa é válida para todos os clientes, independentemente da faixa de renda. Já o home equity do Inter tem taxa pré-fixada de 1% ao mês e prazo de até 84 meses para pagamento.

“O crédito imobiliário é o nosso principal produto. Corresponde a 60% da nossa carteira de crédito. O tíquete médio é de 350 mil reais. Nós enxergamos o início de um ciclo favorável para a construção civil, com a retomada da demanda e dos lançamentos, por isso decidimos liberar o crédito pré-aprovado”, completou Guimarães.

Outros bancos também têm estimulado a tomada de crédito imobiliário em meio ao cenário de juros baixos. A Caixa, por exemplo, cortou na semana passada os juros de financiamento imobiliário e igualou as taxas de SFH e SFI. Compare aqui o financiamento de imóveis nos bancos.