As ações que podem pagar mais dividendos em 2019

Entre as cinco ações com maior potencial de distribuição de dividendos e JCP's no ano de 2019 estão três do setor de Energia Elétrica

Um levantamento da empresa fornecedora de dados de mercado Economatica aponta as ações com potencial de bons resultados em dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) no ano de 2019 a partir dos lucros de 2018.

Para a amostra, foram considerados o volume financeiro médio diário em 2018 superior a R$ 5,0 milhões por dia, se a empresa registrou lucro no ano de 2017 e nos nove meses de 2018, que o lucro dos nove meses de 2018 seja pelo menos 75% do lucro acumulado no ano de 2017 e se a empresa deverá atingir lucro no ano de 2018 igual ou superior ao do ano de 2017.

O estudo levou em conta também que a política de distribuição de dividendos e JCP da empresa no ano de 2019 seja equivalente ou superior à do ano de 2018. A ação deve ter distribuído dividendos ou JCP´s no ano de 2018.

O cálculo do retorno em dividendos em relação ao preço da ação (dividend yield) projetado para o fim do ano de 2019 considera o preço da ação no último dia de 2018 e o mesmo volume de dividendos e JCP´s distribuídos pela ação no ano de 2018.

Não se trata de um cálculo exato, já que ainda falta o resultado do quarto trimestre para completar o desempenho do ano, mas os números já mostram que há um potencial de aumento na distribuição de rendimentos aos acionistas pela alta dos lucros das companhias em 2018.

Hoje, o dividendo não paga imposto de renda, já que ele é tributado quando a empresa calcula seu lucro líquido, mas o novo governo estuda passar a cobrar imposto do acionista também. Hoje, o juro sobre capital já paga imposto como renda fixa.

Remuneração acima de 6% ao ano

Com base nesses critérios, a Economática montou a tabela abaixo com as ações com dividend yield superior a 6% projetado para o ano de 2019. Na lista com 23 ações que estão dentro da metodologia acima indicada, temos em destaque ações de dois segmentos da bola B3, o de Bancos com cinco ações e o setor de Energia Elétrica com quatro ações. Outros 14 segmentos têm uma ação cada uma.

A ação com melhor dividend yield projetado é o da Transmissão Paulista PN (TRPL4). O lucro no ano de 2017 da empresa foi de R$ 1,36 bilhões e nos nove meses de 2018 a empresa registra R$ 1,17 bilhões, que é equivalente a 86% do lucro de 2017. A ação no ano de 2018 remunerou o seu acionista com dividendos e JCP’s equivalentes a 18,78%.

Considerando que a empresa no ano de 2018 registre lucro igual ou superior ao de 2017 e que mantenha a política de distribuição de dividendos em 2019 equivalente ao de 2018, o dividend yield projetado para o ano de 2019 é de 18,17%.

Entre as cinco ações com maior potencial de distribuição de dividendos e JCP’s no ano de 2019 estão três do setor de Energia Elétrica.

Levantamento de dividendos feito pela Economática Levantamento de dividendos feito pela Economática

Levantamento de dividendos feito pela Economática (Economática/Reprodução)

Desempenho no ano anterior

No início de 2018 a Economatica fez um estudo semelhante e listou 16 ações com potencial de serem boas pagadoras de dividendos e JCP no ano, com volume médio diário superior a R$ 500 mil/dia e dividend yield projetado superior a 5%. Das 16 ações listadas somente quatro não atingiram a meta.

A ação que melhor remunerou entre as ações listadas foi a ação do BB Seguridade ON (BBE3), que teve o melhor desempenho, com 11,22% de retorno.

Já a ação que era apontada com o maior retorn, Eztec ON (EZTC3), registrou o menor retorno ao acionista da lista com 2,06%.

Outro ponto a ser observado é o comportamento do preço da ação. Das 16 ações da lista, quatro ações registram desvalorização no ano de 2018, sendo a ação da Smiles ON (SMLS3) a que registra a maior queda com -39,31%.

Levantamento de dividendos feito pela Economática Levantamento de dividendos feito pela Economática

Levantamento de dividendos feito pela Economática (Economática/Reprodução)

Esta reportagem foi publicada originalmente na Arena do Pavini.