As ações mais recomendadas para outubro, segundo 17 corretoras

Levantamento do site EXAME aponta os papéis mais recomendados por analistas para investir na Bolsa neste mês

São Paulo — As ações ordinárias da Vale (VALE3) empataram com as da Gerdau (GGBR4), as do Itaú Unibanco (ITUB4) e com os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) no topo do ranking das recomendações de bancos e corretoras para outubro. Elas foram citadas em dez das 17 carteiras recebidas pelo site EXAME neste mês.

Na segunda colocação, ficaram as ações da B3, com oito indicações. Os papéis do Banco do Brasil completaram o pódio, no terceiro lugar, com seis recomendações de bancos e corretoras.

Em outubro, a carteira com melhor desempenho foi a da corretora Walpires, que registrou valorização de 5,56%, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, subiu 3,48% no período.

Do outro lado, a lista de recomendações da corretora Genial foi a que menos brilhou no mês passado, ficando praticamente no zero a zero, com variação positiva de apenas 0,01%. Confira as performances abaixo.

Desempenho das carteiras em setembro

Instituição Desempenho em setembro, em % Desempenho em 2018, em %
Walpires 5,56 14,35
Toro 3,72 20,55
Socopa 3,12 11,31
Bradesco 3,00 7,80
Elite 2,99 20,02
Terra 2,58 22,00
Nova Futura 2,48 31,57
Banco do Brasil 2,40 4,20
Planner 2,21 4,27
Coinvalores 2,20 9,50
Quantitas 1,25 -3,28
Ativa 1,00 1,20
Rico 0,82 -2,69
Spinelli 0,50 14,60
Magliano 0,49 -5,29
Guide 0,40 4,16
Genial 0,01 4,02

As ações mais indicadas para outubro

Sobre a Vale, os analistas da Elite têm boas perspectivas para a companhia, que, segundo eles, tem conseguido performar com maior previsibilidade, apesar da volatilidade recente, principalmente devido à política protecionista dos EUA. Eles ressaltaram que a empresa se beneficia com o preço do minério de ferro acima de 60 dólares por tonelada, com a tendência de melhor precificação para os produtos de qualidade superior da mineradora, o chamado Brazilian Blend.

“A própria companhia relata os efeitos colaterais positivos em melhorias de previsibilidade e redução de mecanismos de ajuste de preços provisórios, contribuindo para que o custo caixa da mineradora possa atingir o patamar desejável abaixo dos 13 dólares por tonelada ainda no segundo semestre deste ano”, afirmaram em relatório.

Para a Petrobras, a equipe de análise da Spinelli Corretora ressaltou que enxerga um cenário “muito favorável” para a continuidade de valorização no preço do petróleo, o que deve impactar positivamente os resultados da companhia.

“Vemos com grande preocupação o risco político entorno da companhia nos últimos meses, porém até o momento o governo e a diretoria da Petrobras mostraram que a política de preços continua inalterada. Apesar de algumas passíveis mudanças visando atender o clamor da classe dos caminhoneiros e a sociedade, como por exemplo, alteração do reajuste diário para mensal (Diesel), não caberá prejuízo financeiro a Petrobras, visto que o governo ressarcirá perdas temporais”, afirmou a Spinelli, em relatório.

Para o Itaú, os analistas da Planner chamaram atenção para o payout (incluindo a recompra de ações), que passou de 49,3% em 2016 para 83% em 2017. Além disso, ressaltaram que a administração do banco não prevê nenhuma aquisição relevante no Brasil após seu recente acordo com a XP Investimentos, enquanto na América Latina o momento é de finalizar a integração do Corpbanca.

“Ou seja, há espaço para manutenção de uma forte distribuição de proventos em 2018, que pode chegar a 80%, com base em simulação feita pelo banco. Ressalte-se que suas ações estão sendo negociadas com uma bonificação de 50% à espera de homologação pelo Banco Central”, afirmou a corretora, em relatório.

Já para a Gerdau, a Guide afirmou que segue otimista com a companhia em meio a venda de ativos não estratégicos, melhorando a rentabilidade da empresa, o controle incisivo dos custos e despesas observados nos últimos trimestres, mudanças anunciadas na América do Norte, que devem impulsionar os resultados da operação na região, e expectativa de retomada econômica doméstica.

“Gostamos de sua alavancagem operacional, com operações nos Estados Unidos e Brasil, onde a diversificação geográfica ajuda a mitigar riscos. Nos EUA, os volumes devem ser impulsionadas pelo maior protecionismo sinalizado pelo presidente Trump, algo que deve se refletir também num aumento da participação de mercado da Gerdau na região (em meio ao menor volume de importados)”, disse a corretora, em relatório.

Veja as ações recomendadas para outubro

Ações Recomendações
Gerdau (GGBR4) 10
Itaú Unibanco (ITUB4) 10
Petrobras (PETR4) 10
Vale (VALE3) 10
B3 (B3SA3) 8
Banco do Brasil (BBAS3) 6
Pão de Açúcar (PCAR4) 5
Suzano (SUZB3) 5
Ambev (ABEV3) 4
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) 4
Itaúsa (ITSA4) 4
Lojas Renner (LREN3) 4
Cemig (CMIG4) 3
Klabin (KLBN11) 3
Localiza (RENT3) 3
Magazine Luiza (MGLU3) 3
MRV (MRVE3) 3
Via Varejo (VVAR11) 3
B2W (BTOW3) 2
BB Seguridade (BBSE3) 2
BR Distribuidora (BRDT3) 2
Bradesco (BBDC4) 2
BRF (BRFS3) 2
Ecorodovias (ECOR3) 2
Equatorial (EQTL3) 2
Hypermarcas (HYPE3) 2
Kroton (KROT3) 2
Randon (RAPT4) 2
Rumo (RAIL3) 2
Smiles (SMLE3) 2
Taesa (TAEE11) 2
TIM (TIMP3) 2
Weg (WEGE3) 2
Azul (AZUL4) 1
BR Malls (BRML3) 1
Braskem (BRKM5) 1
CCR (CCRO3) 1
Cesp (CESP6) 1
Copasa (CSMG3) 1
Copel (CPLE6) 1
Cosan (CSAN3) 1
Eletrobras (ELET3) 1
Embraer (EMBR3) 1
Energias do Brasil (ENBR3) 1
Engie Brasil (EGIE3) 1
Eztec (EZTC3) 1
Ferbasa (FESA4) 1
Fibria (FIBR3) 1
Grendene (GRND3) 1
Guararapes (GUAR3) 1
Hermes Pardini (PARD3) 1
Iguatemi (IGTA3) 1
Iochpe-Maxion (MYPK3) 1
M Dias Branco (MDIA3) 1
Marisa (AMAR3) 1
Metalúrgica Gerdau (GOAU4) 1
Multiplan (MULT3) 1
Natura (NATU3) 1
Odontoprev (ODPV3) 1
Panvel (PNVL3) 1
Porto Seguro (PSSA3) 1
Raia Drogasil (RADL3) 1
Telefônica Brasil (VIVT4) 1
Tenda (TEND3) 1
Totvs (TOTS3) 1
Trisul (TRIS3) 1
Ultrapar (UGPA3) 1
Unipar (UNIP6) 1
Usiminas (USIM5) 1
Valid (VLID3) 1

Carteiras Recomendadas

Veja abaixo as carteiras recomendadas por 17 corretoras para outubro. Elas estão organizadas por ordem alfabética.

Ativa

Desempenho em setembro: 1,00%
Desempenho em 2018: 1,20%
Ação incluída: Vale.
Ação retirada: nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B2W (BTOW3) Não disponível 5
Equatorial (EQTL3) Não disponível 15
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Klabin (KLBN11) Não disponível 15
Natura (NATU3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Raia Drogasil (RADL3) Não disponível 15
Vale (VALE3) Não disponível 10

BB Investimentos

Desempenho em setembro: 2,40%
Desempenho em 2018: 4,20%
Ações incluídas: Gerdau, IRB Brasil Resseguros, Magazine Luiza e Smiles.
Ações retiradas: MRV, Pão de Açúcar, Suzano e Tupy.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
BR Malls (BRML3) Não disponível 10
B2W (BTOW3) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Lojas Renner (LREN3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Taesa (TAEE11) Não disponível 10
Smiles (SMLE3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

Bradesco

Desempenho em setembro: 3,00%
Desempenho em 2018: 7,80%
Ação incluída: Vale.
Ação retirada: MRV.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) 47,00 10
B3 (B3SA3) 30,00 10
Copasa (CSMG3) 60,00 10
Gerdau (GGBR4) 25,00 10
Itaú Unibanco (ITUB4) 49,00 10
Lojas Renner (LREN3) 39,00 10
Pão de Açúcar (PCAR4) 103,00 10
Rumo (RAIL3) 20,00 10
Suzano (SUZB3) 73,00 10
Vale (VALE3) 71,00 10

Coinvalores

Desempenho em setembro: 2,20%
Desempenho em 2018: 9,50%
Ação incluída: MRV.
Ações retiradas: Telefônica Brasil e Tupy.

Ação Não disponível Peso, em %
Azul (AZUL4) Não disponível 6
B3 (B3SA3) Não disponível 8
Bradesco (BBDC4) Não disponível 8
CCR (CCRO3) Não disponível 6
Gerdau (GGBR4) Não disponível 6
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 8
Kroton (KROT3) Não disponível 6
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 6
MRV (MRVE3) Não disponível 6
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 6
Petrobras (PETR4) Não disponível 8
Rumo (RAIL3) Não disponível 6
Suzano (SUZB3) Não disponível 6
Trisul (TRIS3) Não disponível 6
Vale (VALE3) Não disponível 8

Elite

Desempenho em setembro: 2,99%
Desempenho em 2018: 20,02%
Não houve alterações na carteira.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Braskem (BRKM5) Não disponível 10
Engie Brasil (EGIE3) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 10
MRV (MRVE3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Unipar (UNIP6) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

Genial Investimentos

Desempenho em setembro: 0,01%
Desempenho em 2018: 4,02%
Ações incluídas: Aliansce, Itaúsa, Lojas Americanas, Marcopolo, Petrobras, Suzano e Usiminas.
Ações retiradas: B3, Fibria, Iguatemi, TIM, Vale, Via Varejo e Weg.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Fibria (FIBR3) Não disponível 10
Iguatemi (IGTA3) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Randon (RAPT4) Não disponível 10
TIM (TIMP3) Não disponível 10
Totvs (TOTS3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10
Via Varejo (VVAR11) Não disponível 10
Weg (WEGE3) Não disponível 10

Guide

Desempenho em setembro: 0,40%
Desempenho em 2018: 4,16%
Ação incluída: Embraer.
Ação retirada: Fibria.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Cemig (CMIG4) Não disponível 10
Cesp (CESP6) Não disponível 10
Embraer (EMBR3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Tenda (TEND3) Não disponível 10
Via Varejo (VVAR11) Não disponível 10

Magliano

Desempenho em setembro: 0,49%
Desempenho em 2018: -5,29%
Ações incluídas: Ambev e Klabin.
Ações retiradas: Ecorodovias e Vale.

Ação Preço justo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) 21,71 10
BB Seguridade (BBSE3) 29,00 10
Bradesco (BBDC4) 36,60 10
BRF (BRFS3) 26,60 10
Cemig (CMIG4) 11,50 10
Energias do Brasil (ENBR3) 16,70 10
Itaúsa (ITSA4) 12,20 10
Klabin (KLBN11) 24,50 10
Petrobras (PETR4) 22,55 10
Taesa (TAEE11) 24,09 10

Nova Futura

Desempenho em setembro: 2,48%
Desempenho em 2018: 31,57%
Ações incluídas: Ambev, Banco do Brasil, Eletrobras, Lojas Renner, Rumo e TIM Participações.
Ações retiradas: Bradesco, Engie, Magazine Luiza, Natura, Raia Drogasil e SLC Agrícola.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 5
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 5
Eletrobras (ELET3) Não disponível 5
Gerdau (GGBR4) Não disponível 5
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Lojas Renner (LREN3) Não disponível 5
Petrobras (PETR4) Não disponível 15
Porto Seguro (PSSA3) Não disponível 10
Suzano (SUZB3) Não disponível 5
TIM (TIMP3) Não disponível 5
Usiminas (USIM5) Não disponível 5
Vale (VALE3) Não disponível 15
Weg (WEGE3) Não disponível 5

Planner

Desempenho em setembro: 2,21%
Desempenho em 2018: 4,27%
Ações incluídas: Itaú Unibanco e Ultrapar.
Ações retiradas: Bradesco e Gerdau.

Ação Preço justo, em R$ Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 37,00 10
Copel (CPLE6) 32,00 10
Ferbasa (FESA4) 25,00 10
Itaú Unibanco (ITUB4) 59,00 10
Lojas Renner (LREN3) 34,00 10
Odontoprev (ODPV3) 16,00 10
Pão de Açúcar (PCAR4) 95,00 10
Suzano (SUZB3) 51,00 10
Telefônica Brasil (VIVT4) 46,00 10
Ultrapar (UGPA3) 55,00 10

Quantitas

Desempenho em setembro: 1,25%
Desempenho em 2018: -3,28%
Ação incluída: BR Distribuidora.
Ação retirada: Duratex.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 10
BR Distribuidora (BRDT3) Não disponível 4
Grendene (GRND3) Não disponível 7,50
Guararapes (GUAR3) Não disponível 12,50
Hypermarcas (HYPE3) Não disponível 5,00
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 12,50
Kroton (KROT3) Não disponível 5,00
M Dias Branco (MDIA3) Não disponível 10
Metalúrgica Gerdau (GOAU4) Não disponível 7,50
Multiplan (MULT3) Não disponível 5,00
Panvel (PNVL3) Não disponível 2,50
Randon (RAPT4) Não disponível 8,50
Vale (VALE3) Não disponível 10

Rico

Desempenho em setembro: 0,82%
Desempenho em 2018: -2,69%
Ações incluídas: Localiza e Suzano.
Ações retiradas: Via Varejo e Fibria.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 12,5
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 12,5
Gerdau (GGBR4) Não disponível 12,5
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 12,5
Klabin (KLBN11) Não disponível 12,5
Localiza (RENT3) Não disponível 12,5
Suzano (SUZB3) Não disponível 12,5
Vale (VALE3) Não disponível 12,5

Socopa

Desempenho em setembro: 3,12%
Desempenho em 2018: 11,31%
Ação incluída: Ecorodovias.
Ação retirada: Suzano.

Ações Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 20%
Ecorodovias (ECOR3) Não disponível 20%
Equatorial (EQTL3) Não disponível 20%
Hypermarcas (HYPE3) Não disponível 20%
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 20%

Spinelli

Desempenho em setembro: 0,50%
Desempenho em 2018: 14,60%
Ações incluídas: Ambev, Iochpe-Maxion e MRV.
Ações retiradas: Banco do Brasil, Copel e Randon.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 10
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Ecorodovias (ECOR3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Iochpe-Maxion (MYPK3) Não disponível 10
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 10
MRV (MRVE3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Smiles (SMLE3) Não disponível 10
Via Varejo (VVAR11) Não disponível 10

Terra Investimentos

Desempenho em setembro: 2,58%
Desempenho em 2018: 22,00%
Ações retiradas: Banco do Brasil, Natura e Sabesp.
Ações incluídas: Gerdau, Itaú Unibanco e Localiza.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Cemig (CMIG4) 11,00 15
Cosan (CSAN3) 44,50 15
Gerdau (GGBR4) 21,00 15
Itaú Unibanco (ITUB4) 53,90 15
Localiza (RENT3) 30,00 15
Petrobras (PETR4) 30,00 15
Valid (VLID3) 25,00 10

Toro Investimentos

Desempenho em setembro: 3,72%
Desempenho em 2018: 20,55%
Ações incluídas: Marisa, Banco do Brasil, Petrobras, BRF e Itaúsa.
Ações retiradas: Embraer, M. Dias Branco, Raia Drogasil, Suzano e Vale.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 20
BRF (BRFS3) Não disponível 20
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 20
Marisa (AMAR3) Não disponível 20
Petrobras (PETR4) Não disponível 20

Walpires

Desempenho em setembro: 5,56%
Desempenho em 2018: 14,35%
Ações incluídas: Banco do Brasil, Hermes Pardini e Localiza.
Ações retiradas: Ecorodovias, Fibria e Itaú Unibanco.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 10
Eztec (EZTC3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Hermes Pardini (PARD3) Não disponível 10
Localiza (RENT3) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
BR Distribuidora (BRDT3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10