As ações mais indicadas para julho, segundo 16 corretoras

Levantamento do site EXAME aponta os papéis mais recomendados por analistas para investir na Bolsa neste mês

São Paulo – As ações ordinárias da Vale (VALE3) lideraram o ranking das indicações de corretoras e bancos para julho. Elas foram sugeridas em 11 das 16 carteiras recomendadas de ações recebidas pelo site EXAME neste mês.

A segunda colocação ficou com as ações da Petrobras (PETR4), com oito indicações. No terceiro lugar, ficou a Suzano (SUZB3), com sete recomendações.

Veja também

No mês de junho, a carteira com melhor desempenho foi a da corretora Guide, que registrou queda de 0,18%, enquanto o Ibovespa —principal índice da Bolsa brasileira— despencou (-5,20%) no período.

Na outra ponta, a carteira da corretora Magliano apresentou o pior desempenho no mês passado, uma queda de 7,08%.

Veja o desempenho das carteiras em junho:

Corretora Desempenho em junho Desempenho em 2018
Guide -0,18% 2,74%
BB Investimentos -1,60% -4,70%
Planner -1,97% -0,61%
Socopa -2,10% 3,89%
Genial -2,33% 0,79%
Nova Futura -2,70% 13,79%
Coinvalores -3,10% -0,10%
Terra -3,20% 14,00%
Elite -3,43% 6,19%
Spinelli -4,16% 1,74%
Ativa -4,50% -4,70%
Walpires -5,53% 2,96%
Rico -5,56% -8,55%
Quantitas -5,76% -11,76%
XP Investimentos -5,90% 0,60%
Magliano -7,08% -14,30%

As ações mais recomendadas para o mês de julho

Ações Recomendações
Vale (VALE3) 11
Petrobras (PETR4) 8
Suzano (SUZB3) 7
B3 (B3SA3) 6
Itaú Unibanco (ITUB4) 6
Gerdau (GGBR4) 5
Pão de Açúcar (PCAR4) 5
Cemig (CMIG4) 4
Equatorial (EQTL3) 4
Itaúsa (ITSA4) 4
Klabin (KLBN11) 4
Ambev (ABEV3) 3
Banco do Brasil (BBAS3) 3
BRF (BRFS3) 3
B2W Digital (BTOW3) 3
Grendene (GRND3) 3
IRB Brasil (IRBR3) 3
Magazine Luiza (MGLU3) 3
Natura (NATU3) 3
Tupy (TUPY3) 3
Ultrapar (UGPA3) 3
Bradesco (BBDC4) 2
Braskem (BRKM5) 2
Energias BR (ENBR3) 2
Lojas Renner (LREN3) 2
Raia Drogasil (RADL3) 2
Randon (RAPT4) 2
Rumo (RAIL3) 2
Sabesp (SBSP3) 2
Tenda (TEND3) 2
Vivo (VIVT4) 2
Weg (WEGE3) 2
Anima Educação (ANIM3) 1
Arezzo (ARZZ3) 1
Azul (AZUL4) 1
BB Seguridade (BBSE3) 1
BR Malls (BRML3) 1
Bradespar (BRAP4) 1
CCR (CCRO3) 1
Cesp (CESP6) 1
Cia de Ferro Ligas da Bahia (FESA4) 1
Cielo (CIEL3) 1
Comgas (CGAS5) 1
Copasa (CSMG3) 1
Cosan (CSAN3) 1
Cyrela (CYRE3) 1
Dimed (PNVL3) 1
Duratex (DTEX3) 1
Ecorodovias (ECOR3) 1
Eletrobras (ELET3) 1
Embraer (EMBR3) 1
Engie Brasil (EGIE3) 1
Ferbasa (FESA4) 1
Fibria (FIBR3) 1
Guararapes (GUAR3) 1
Hapvida (HAPV3) 1
Hypermarcas (HYPE3) 1
Kroton (KROT3) 1
Localiza (RENT3) 1
Locamerica (LCAM3) 1
Lojas Americanas (LAME4) 1
Metalúrgica Gerdau (GOAU4) 1
Movida (MOVI3) 1
MRV (MRVE3) 1
Multiplan (MULT3) 1
Qgep (QGEP3) 1
Sanepar (SANB11) 1
Santander (SANB11) 1
São Martinho (SMTO3) 1
Taesa (TAEE11) 1
TIM (TIMP3) 1
TOTVS (TOTS3) 1
Transmissão Paulista (TRPL4) 1
Trisul (TRIS3) 1
Usiminas (USIM5) 1
Valid (VLID3) 1
Via Varejo (VVAR11) 1
Panvel (PNVL3) 1
Porto Seguro (PSSA3) 1

As mais indicadas

Os analistas da Rico recomendam as ações da Vale por sua consistência na entrega de resultados nos últimos trimestres e elevada qualidade do minério de ferro vendido pela empresa, o que faz com que obtenha margens e rentabilidade elevadas em suas operações. Além disso, os analistas acreditam que o preço do produto não irá recuar de forma drástica do preço atual e um cenário positivo para a empesa no médio e longo prazo. Nesse cenário benigno, a corretora acredita que a companhia deve acelerar o pagamento de dividendos.

Já a Spinelli, em seu relatório, aponta que, apesar do grande risco político ao redor da Petrobras nos últimos dias, resolveu manter os papéis da petroleira em sua carteira porque até agora o governo e a diretoria da empresa mostraram que a política de preços continua inalterada. Apesar de a empresa poder ainda realizar algumas mudanças com o objetivo de atender o clamor da classe dos caminhoneiros e a sociedade, como por exemplo, alteração do prazo de reajuste do diesel, os analistas acreditam que essa modificação não deve gerar prejuízo financeiro a Petrobras, visto que o governo ressarcirá perdas temporais. Além disso, há um cenário favorável para a continuidade de valorização no preço do petróleo, o que impacta de forma positiva o negócio da companhia.

A Guide justifica a escolha dos papéis da Suzano em função do ciclo mais positivo para os preços da celulose no curto e médio prazo; o avanço de um projeto que deve contribuir para impulsionar o volume de produção de papéis e impulsionar margens do negócio; e por conta de números mais fortes para 2018; além de sinergias após aquisição da Fibria; e recente desvalorização do real, que contribui para os ganhos da indústria.

Carteiras recomendadas

Veja abaixo as carteiras recomendadas por 16 corretoras para o mês de julho. Elas estão organizadas por ordem alfabética.

Ativa

Desempenho em junho: -4,50%
Desempenho em 2018: -4,70%
Não houve alterações na carteira.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B2W Digital (BTOW3) Não disponível 10
Equatorial (EQTL3) Não disponível 15
Gerdau (GGBR4) Não disponível 15
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Klabin (KLBN11) Não disponível 10
Natura (NATU3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Raia Drogasil (RADL3) Não disponível 15
Ultrapar (UGPA3) Não disponível 5

BB Investimentos

Desempenho em junho: -1,60%
Desempenho em 2018: -4,70%
Ações incluídas: BR Malls, B2W Digital, Itaú Unibanco, Lojas Renner e Taesa.
Ações retiradas: Iochpe-Maxion, M. Dias Branco, Raia Drogasil, Santander e SLC Agrícola.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
BR Malls (BRML3) Não disponível 10
B2W Digital (BTOW3) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Lojas Renner (LREN3) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Suzano (SUZB3) Não disponível 10
Taesa (TAEE11) Não disponível 10
Tupy (TUPY3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

Coinvalores

Desempenho em junho: -3,10%
Desempenho em 2018: -0,10%
Ações incluídas: Telefônica Brasil.
Ações retiradas: Braskem e Raia Drogasil.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Azul (AZUL4) Não disponível 6
B3 (B3SA3) Não disponível 6
CCR (CCRO3) Não disponível 6
Cosan (CSAN3) Não disponível 6
Gerdau (GGBR4) Não disponível 6
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 14
Klabin (KLBN11) Não disponível 6
Kroton (KROT3) Não disponível 6
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 6
Petrobras (PETR4) Não disponível 6
Rumo (RAIL3) Não disponível 6
Telefônica Brasil (VIVT4) Não disponível 6
Trisul (TRIS3) Não disponível 6
Tupy (TUPY3) Não disponível 6
Vale (VALE3) Não disponível 8

Elite

Desempenho em junho: -3,43%
Desempenho em 2018: 6,19%
Não houve alterações na carteira.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Equatorial (EQTL3) Não disponível 10
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Klabin (KLBN11) Não disponível 10
Locamerica (LCAM3) Não disponível 10
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 10
MRV (MRVE3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

Genial

Desempenho em junho: -2,33%
Desempenho em 2018: 0,79%
Ações incluídas: Anima Educação e Tenda.
Ações retiradas: Telefônica Brasil e Tim.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Anima Educação (ANIM3) Não disponível 10
Cemig (CMIG4) Não disponível 10
Copasa (CSMG3) Não disponível 10
Energias BR (ENBR3) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Randon (RAPT4) Não disponível 10
Tenda (TEND3) Não disponível 10
Totvs (TOTS3) Não disponível 10
Tupy (TUPY3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

Guide

Desempenho em junho: -0,18%
Desempenho em 2018: 2,74%
Ações incluídas: B3 e Embraer.
Ações retiradas: Banrisul e Telefônica Brasil.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Braskem (BRKM5) Não disponível 10
Cesp (CESP6) Não disponível 10
Embraer (EMBR3) Não disponível 10
Hapvida (HAPV3) Não disponível 10
IRB Brasil Resseguros (IRBR3) Não disponível 10
Lojas Renner (LREN3) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Suzano (SUZB3) Não disponível 10
Tenda (TEND3) Não disponível 10

Magliano

Desempenho em junho: -7,08%
Desempenho em 2018: -14,30%
Ações incluídas*: Bradesco, Cemig, Cielo, Sabesp, Suzano, Ultrapar e Vale.
Ações retiradas*: B3, Duratex, Eztec, Hering, Marcopolo, Multiplan e Transmissão Paulista.

*A Magliano mudou sua carteira. Antes, recomendava três carteiras de perfis diferentes e EXAME divulgava a moderada. Agora, a corretora recomenda uma carteira única.

Ação Preço justo, em R$ Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 37,80 10
Bradesco (BBDC4) 40,00 10
Cemig (CMIG4) 11,41 10
Cielo (CIEL3) 27,00 10
Itaúsa (ITSA4) 16,22 10
Pão de Açúcar (PCAR4) 88,40 10
Sabesp (SBSP3) 37,38 10
Suzano (SUZB3) 46,00 10
Ultrapar (UGPA3) 66,30 10
Vale (VALE3) 57,12 10

Nova Futura

Desempenho em junho: -2,7%
Desempenho em 2018: 13,79%
Ações incluídas: Petrobras e Queiroz Galvão.
Ações retiradas: B3, Eletropaulo e Gerdau

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 5
Engie Brasil (EGIE3) Não disponível 5
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Magazine Luiza (MGLU3) Não disponível 5
Natura (NATU3) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Porto Seguro (PSSA3) Não disponível 10
Queiroz Galvão (QGEP3) Não disponível 5
Santander (SANB11) Não disponível 10
Suzano (SUZB3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10
Weg (WEGE3) Não disponível 10

Planner

Desempenho em junho: -1,97%
Desempenho em 2018: -0,61%
Ações incluídas: Energias do Brasil, Petrobras e São Martinho.
Ações retiradas: Braskem, Cosan e Itaúsa.

Ação Preço justo, em R$ Peso, em %
Arezzo (ARZZ3) 49,00 10
Bradesco (BBDC4) 45,00 10
Energias do Brasil (ENBR3) 17,00 10
Ferbasa (FESA4) 23,80 10
Grendene (GRND3) 9,83 10
Klabin (KLBN11) 22,00 10
Petrobras (PETR4) 25,50 10
Raia Drogasil (RADL3) 76,00 10
São Martinho (SMTO3) 23,00 10
Ultrapar (UGPA3) 66,00 10

Quantitas

Desempenho em junho: -5,76%
Desempenho em 2018: -11,76%
Ações incluídas: Multiplan e Duratex.
Ação retirada: Movida.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 5,00
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 15,00
Bradespar (BRAP4) Não disponível 5,00
Braskem (BRKM5) Não disponível 5,00
Duratex (DTEX3) Não disponível 5,00
Grendene (GRND3) Não disponível 12,50
Guararapes (GUAR3) Não disponível 5,00
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 12,50
Metalúrgica Gerdau (GOAU4) Não disponível 10,00
Movida (MOVI3) Não disponível 5,00
Multiplan (MULT3) Não disponível 5,00
Panvel (PNVL3) Não disponível 2,50
Randon (RAPT4) Não disponível 12,50
Vale (VALE3) Não disponível 5,00

Rico

Desempenho em junho: -5,56%
Desempenho em 2018: -8,55%
Ação incluída: BRF.
Ação retirada: B3.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
BRF (BRFS3) Não disponível 12,5
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 12,5
Lojas Americanas (LAME4) Não disponível 12,5
Rumo (RAIL3) Não disponível 12,5
Suzano (SUZB3) Não disponível 12,5
Usiminas (USIM5) Não disponível 12,5
Vale (VALE3) Não disponível 12,5
Via Varejo (VVAR11) Não disponível 12,5

Socopa

Desempenho em junho: -2,10%
Desempenho em 2018: 3,89%
Não houve alterações na carteira nesse mês.

Ações Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 20%
Equatorial (EQTL3) Não disponível 20%
Grendene (GRND3) Não disponível 20%
Hypermarcas (HYPE3) Não disponível 20%
Suzano (SUZB3) Não disponível 20%

Spinelli

Desempenho em junho: -4,16%
Desempenho em 2018: 1,74%
Ações incluídas: Eletrobras e Gerdau.
Ações retiradas: Carrefour e Queiroz Galvão.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
B3 (B3SA3) Não disponível 10
BRF (BRFS3) Não disponível 10
Ecorodovias (ECOR3) Não disponível 10
Eletrobras (ELET6) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Itaúsa (ITSA4) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Transmissão Paulista (TRPL4) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10
Weg (WEGE3) Não disponível 10

Terra Investimentos

Desempenho em junho: -3,20%
Desempenho em 2018: 14%
Não houve alterações na carteira.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) 40,00 15
Cemig (CMIG4) 11,00 15
Natura (NATU3) 40,00 15
Petrobras (PETR4) 30,00 15
Sabesp (SBSP3) 35,00 15
Telefônica Brasil (VIVT4) 56,00 15
Valid (VLID3) 25,00 10

Walpires

Desempenho em junho: -5,53%
Desempenho em 2018: 2,96%
Ações incluídas: Ambev, Cyrela e Fibria Celulose.
Ações retiradas: Engie Brasil, Eztec e Metalúrgica Gerdau.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) Não disponível 10
B3 (B3SA3) Não disponível 10
Comgás (CGAS5) Não disponível 10
Cyrela (CYRE3) Não disponível 10
Fibria Celulose (FIBR3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 10
Itaú Unibanco (ITUB4) Não disponível 10
Pão de Açúcar (PCAR4) Não disponível 10
Petrobras (PETR4) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10

XP Investimentos

Desempenho em junho: -5,9%
Desempenho em 2018: 0,6%
Ações incluídas: Banco do Brasil, BRF, B2W, Cemig, Equatorial, Gerdau, Localiza e Tim.
Ações retiradas: Ambev, B3, Itaú, IRB, Lojas Americanas, Randon, Rumo, Usiminas e Via Varejo.

Ações Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) Não disponível 15
BRF (BRFS3) Não disponível 10
B2W (BTOW3) Não disponível 5
Cemig (CMIG4) Não disponível 5
Equatorial (EQTL3) Não disponível 10
Gerdau (GGBR4) Não disponível 15
Localiza (RENT3) Não disponível 10
Suzano (SUZB3) Não disponível 10
TIM (TIMP3) Não disponível 10
Vale (VALE3) Não disponível 10