App alerta quando investidor deve aumentar aporte no plano de previdência

App da seguradora passou a permitir a contratação de planos diretamente pela ferramenta com a ajuda de um robô

São Paulo – Você passou a ganhar um salário maior, mas não mexeu nos valores mensais que aplica em seu plano de previdência privada? Você está cometendo um erro, e corre o risco de só sentir o efeito dessa decisão no período da aposentadoria, quando não terá tantas alternativas de trabalho para manter o seu estilo de vida atual.

Como forma de educar investidores para a importância de ter essa disciplina, o aplicativo da empresa de previdência da BB Seguros, a Brasilprev, passará a aconselhar aos clientes que aumentem seus aportes mensais no plano todas as vezes que seu salário aumentar

Esse alerta será baseado em inteligência artificial e personificado por um robô chamado SIL, que tem a feição de uma pessoa real. O bot aprende quais são as necessidades de cada cliente a partir de perguntas inteligentes. Por exemplo, para saber se é necessário que o cliente realize mais aportes, ele irá perguntar, de tempos em tempos, se o usuário foi promovido no trabalho e qual é o seu salário atual.

A SIL também responde questões mais comuns e recorrentes quando se trata de planos de previdência, como o que é PGBL e VGBL, como funciona o benefício fiscal em planos de previdência, quais são os tipos de tributação, como pode ser feito um resgate no plano, entre outras. Além disso, o robô irá auxiliar o cliente a realizar alterações na aplicação.

A Brasilprev analisa agora se introduz mais funcionalidades no app. As funções estudadas foram vencedoras de um concurso interno na empresa. Uma delas tem como objetivo mostrar qual o valor necessário para a aposentadoria do cliente a partir da análise de seu estilo de vida (se gosta de viajar, se aluga um imóvel, etc.). Outra funcionalidade, chamada de “Resgate Anjo”, mostra alternativas ao resgate dos valores aplicados no plano, e também quando a retirada de recursos vale a pena.

Desde o dia 12 os planos da Brasilprev já podem ser contratados diretamente pelo aplicativo da empresa de previdência.

A Brasilprev deseja, ao introduzir novas funcionalidades no aplicativo, facilitar a contratação de planos por um público mais jovem, além de fazer com que mais pessoas passem a aplicar em planos de previdência, conta o presidente Marco Barros. Atualmente, 70 milhões de brasileiros não têm qualquer tipo de reserva financeira. “Incentivar a formação de poupança é uma questão urgente”, diz o executivo.

Para ilustrar a importância de se preparar para a aposentadoria, Barros cita, além de um possível avanço na votação da reforma da Previdência no primeiro semestre do ano que vem, o aumento da expectativa de vida de 76 anos para 81 anos até 2060, “Além de viver mais, os brasileiros estão tendo de encarar um aumento do custo com saúde. Entre 2008 e 2016, o índice de custo hospitalar saltou 112 pontos porcentuais, mais do que a inflação. Tudo isso irá exigir mais recursos para o período de inatividade”.

Multifundos é aposta em cenário de juros baixos

Com a taxa Selic no menor nível da história, Barros aposta na competitividade dos multifundos. “Os multifundos proporcionam maior flexibilidade para os clientes. Eles conseguem capturar diversos cenários econômicos com uma gestão ativa, e equilibrar melhor os riscos. O cliente de previdência não precisa casar com um fundo: pode migrar entre eles”.

Para formar uma carteira personalizada de fundos no plano Brasilprev Fácil, o cliente pode incluir o Fix Estratégia 2025 e Fix estratégia 2035, focados em aplicações de renda fixa e que levam em consideração a proximidade da data de resgate para a alocação dos recursos; e os multimercados Dinâmico, Multiestratégia e Dividendos.

O cliente pode iniciar sua carteira, por exemplo, com 30% dos recursos no FIX Estratégia 2025, 30% no Multimercado Dinâmico e 40% no Multimercado Multiestratégia. Não há custos para realocar o capital entre as opções disponíveis, e essa realocação pode ocorrer sempre que o cliente quiser.

Novidades em 2018

Seguindo a proposta de descomplicar o investimento em previdência, a Brasilprev lançou. em agosto, o Fácil, voltado para clientes com renda mensal de 2 mil reais a 8 mil reais e que tem como principais características a facilidade de contratação e valor de aporte mensal acessível, a partir de 100 reais.

Ao contratá-lo, basta que o cliente defina o valor da contribuição mensal desejada, o melhor dia para os aportes (realizados por débito em conta) e a idade que pretende se aposentar.

De posse dessas informações, a empresa de previdência sugere automaticamente as configurações iniciais do plano, como fundos de investimento e tabelas de tributação.

Atualmente, a sugestão inicial destina 100% da contribuição a um fundo de renda fixa com perfil moderado. Mas, seguindo o conceito de multifundos, os recursos podem ser realocados quando houver mudanças no cenário da economia.

Desde a sua criação, o Brasilprev Fácil já reúne 40 mil investidores e a indicação é de que os recursos sejam mantidos no fundo por, pelo menos, 10 anos.

A empresa de previdência também modernizou, nesse ano, o Júnior, seu plano voltado para crianças e adolescentes. O plano aceita contribuições mensais a partir de 100 reais e segue o conceito de multifundos, assim como o Fácil.

Além disso, o plano é isento de taxa de carregamento e permite contratar a cobertura de pecúlio. Ou seja, caso o responsável financeiro do plano não possa mais continuar a pagar as contribuições, a criança recebe um pagamento único previamente definido.

Em agosto, seguindo um movimento visto em outros bancos e seguradoras, a Brasilprev retirou a taxa de carregamento de todos os seus fundos como forma de manter a competitividade dos produtos em um cenário de juros baixos.