Apartamento de 32 m² em Nova York está à venda por US$ 750 mil

Apelidado de LE2, a segunda versão do experimento do ecoempreendedor Graham Hill chegou ao mercado na segunda-feira

(Bloomberg) — Graham Hill ataca novamente. O ecoempreendedor e fundador da LifeEdited.com e da TreeHugger.com tornou-se um guru da vida simples com sua palestra de 2011 no TED Talk “Menos coisas, mais felicidade”, que já tem mais de 4 milhões de visualizações, e com um microapartamento de 39 metros quadrados no SoHo, em Manhattan, chamado LifeEdited1 (LE1). O apartamento gerou manchetes, artigos de opinião e uma boa dose de admiração e de ira, não apenas por seu tamanho, mas também por sua adaptabilidade e funcionalidade.

Mas, para Hill, a redução não acabou aí.

Em 2014, ele vendeu esse imóvel comparativamente grande por US$ 790.000 e passou para um apartamento ainda mais reduzido, de 32 metros quadrados, no mesmo edifício de antes da guerra que fica no número 150 da rua Sullivan. Apelidado de LE2, a segunda versão de seu experimento chegou ao mercado na segunda-feira, listado pela Corcoran com um preço inicial de US$ 750.000.

“O LE1 era incrível, mas era basicamente uma caixa branca, muito pura e modernista”, conta Hill à Bloomberg. “Eu gostei, mas boa parte da opinião feminina dizia que era um pouco frio.”

“Então, com o LE2, eu quis testar algo com um pouco mais de pátina, um pouco mais de textura”, diz ele. “É daí que vem a parede de feltro, o sistema de sofá de veludo, o piso de madeira em formato espinha de peixe e o mármore das bancadas.” Toques em latão e nogueira completam a sensação tátil e luxuosa.

De acordo com a publicação, o LE2 é um “protótipo dos apartamentos em futuros edifícios da LifeEdited” e possibilita que os moradores “vivam uma vida plena, feliz, inteligente, ecológica e simplificada” em metros quadrados reduzidos que funcionam como um apartamento duas vezes maior.

O apartamento pode acomodar 10 pessoas para jantar, tem dormitórios adaptáveis – a capacidade de poder hospedar duas pessoas – e foi criado para ser extremamente eficiente com o uso de energia. O mobiliário personalizado e padrão em todo o apartamento faz parte do pacote incluído no preço da publicação.

Hill comprou a residência em 2010 por US$ 280.000 e finalizou a reforma profunda que acrescentou uma parede sanfonada Hufcor para gerar mais privacidade, tanto visual quanto acústica.

O apartamento também conta com equipamentos Kohler que economizam água, um forno e um lava-louças Smeg embutidos, além de monitores e controles de segurança e do ambiente da Nest e da Blueair. O edifício de seis andares foi construído em 1900 e tem 40 unidades, além de ter uma política flexível de subarrendamento, caso o futuro proprietário considere que a vida em escala liliputiana seja apertada demais.

Mas Hill assegura que não falta espaço de armazenamento. Tendo desocupado o apartamento há apenas seis semanas, ele ficou surpreso com “a quantidade de coisa” que ele tinha acumulado.