Amy Winehouse torrou quase toda a fortuna antes de morrer

Depois de ter acumulado 10 milhões de libras em 2008, Amy deixou 2 milhões aos herdeiros após sua morte

São Paulo – A cantora Amy Winehouse torrou boa parte do patrimônio em vida, mas ainda deixou 2 milhões de libras aos herdeiros – aproximadamente 5,2 milhões de reais. Segundo o tabloide inglês Daily Star, o dinheiro está alocado em duas empresas, Cherry Westfield e CW Touring.

O motivo para a gastança se assemelha ao apresentado por muitos outros músicos que perderam o controle do caixa. Fontes próximas ao jornal afirmaram que além de gastar milhares com drogas e bebida, a cantora era bastante generosa com amigos, família e “puxa-sacos”.

Em 2008, Amy integrou a lista dos mais ricos elaborada pelo Sunday Times com uma fortuna estimada em 10 milhões de libras. Um ano depois, a administração de suas finanças foi repassada ao seu pai Mitch. Na época, a cantora viajou para o Caribe para tentar se livrar dos seus vícios. 

Amy morreu em julho deste ano, aos 27 anos. Exames toxicológicos divulgados pela sua família mostraram que a inglesa não tinha substâncias ilegais no sangue quando faleceu, embora a causa da morte ainda permaneça desconhecida.