Aluguel residencial sobe 1,94% no ano até novembro, menos que a inflação

De acordo com o Índice FipeZap, o valor médio de locação permaneceu praticamente estável em novembro, com uma pequena queda de -0,08%

De acordo com o Índice FipeZap de Locação Residencial – que acompanha o preço de aluguel novo de imóveis residenciais em 15 cidades brasileiras, o valor médio de locação permaneceu praticamente estável em novembro, com uma pequena queda de -0,08%. Comparativamente, a inflação medida pelo IPCA do IBGE foi de -0,21% no mês.

No acumulado do ano, o Índice FipeZap de Locação Residencial acumula alta de 1,94% até novembro, variação inferior à inflação do período, de 4,33%. Nos últimos 12 meses, o índice acumula alta nominal de 2,03%, também bem abaixo da inflação medida pelo IPCA, de 4,79%.

Em novembro, 9 das 15 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap apresentaram alta no preço médio do aluguel residencial no mês, com destaque para as variações observadas em São Bernardo do Campo (+1,37%), Distrito Federal (+0,57%) e Belo Horizonte (+0,47%). Já entre as cidades que registraram queda nos preços de locação residencial no último período, vale citar: Rio de Janeiro (-0,65%), Recife (-0,49%) e Santos (-0,43%).

No acumulado do ano, entre as 15 cidades monitoradas, apenas 3 registraram recuo no preço nominal: Rio de Janeiro (-3,44%), Fortaleza (-2,72%) e Niterói (-1,92%). Já entre as cidades que acumularam alta nominal de preço, as maiores variações foram observadas em: São Bernardo do Campo (+8,85%), Recife (+6,69%) e Curitiba (+5,68%).

Observando os últimos 12 meses, o comportamento do índice é influenciado pelo avanço do valor médio do aluguel residencial na maior parte das cidades monitoradas, com destaque para as variações em: São Bernardo do Campo (+8,44%), Recife (+6,87%) e Curitiba (+6,52%). Já entre as cidades que apresentaram queda nominal de preço nos últimos 12 meses, é possível citar: Rio de Janeiro (-3,60%), Fortaleza (-3,37%) e Niterói (-2,89%).

O preço médio do aluguel residencial em novembro de 2018 nas cidades monitoradas foi de R$ 28,46/m². Entre elas, São Paulo foi a cidade com o maior valor médio de locação por metro quadrado (R$ 36,82/m2), seguida por Rio de Janeiro (R$ 30,11/m2) e Distrito Federal (R$ 29,61/m2) no mês. Já entre as cidades com menor valor de aluguel entre as monitoradas pelo ÍndiceFipeZap, estão Fortaleza (R$15,71/m2), Goiânia (R$15,92/m2) e Curitiba (R$18,07/m2).

Comparando-se o preço médio de locação com o preço médio de venda dos imóveis, é possível obter uma medida da rentabilidade para o investidor que opta por alugar seu imóvel. O indicador é relevante, em particular, para se avaliar a atratividade do mercado imobiliário em relação a outras opções de investimento disponíveis, diz o estudo. Com ligeiro aumento frente ao patamar de 2017, o retorno médio anualizado do aluguel manteve-se em 4,4% em novembro.

Este texto foi publicado originalmente na Arena do Pavini.