Ações da Amil disparam com compra do Hospital de Clínicas de Brasília

Negócio faz papéis subirem quase 5%

O anúncio de compra do Hospital e Clinicas SK Steckelberg, o Hospital de Clínicas de Brasília, pela Amil fez disparar as ações da companhia (AMIL3) nesta terça-feira na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Às 16h18, os papéis subiam 4,92%, para 16 reais.

A Amil pagará pelo hospital 8,5 milhões de reais, além de assumir outros 5,5 milhões em passivos. Por mês, o hospital fatura, em média, 1,6 milhão de reais.

Somente neste mês, as ações da Amil acumulam alta de 15%. No acumulado do ano, porém, o retorno é negativo em 6,13%.