5 destinos de viagens internacionais para fugir da alta do dólar

Comparador de preços Voopter lista 5 destinos onde o Real ainda vale mais

São Paulo – Incertezas sobre as eleições fizeram com que o dólar disparasse e alcançasse nesta semana o patamar de 4,50 reais nas casas de câmbio. Para quem planeja uma viagem internacional, o aumento da moeda americana é uma má notícia, já que encarece bastante a viagem.

Contudo, dá para economizar escolhendo um destino alternativo, que se afaste dos Estados Unidos e dos países da Europa, nos quais a alta da moeda americana tem maior impacto, já que o euro e o dólar são mais valorizados do que o real.

O Voopter, aplicativo brasileiro de comparação de preço de passagens aéreas e promoções, listou destinos onde o real vale mais do que a moeda local e vêm oferecendo passagens promocionais: Buenos Aires (Argentina), Santiago (Chile), Montevidéu (Uruguai) e Joannesburgo (África do Sul) e Cidade do México (México).

Apesar de terem uma moeda desvalorizada em relação ao real, países vizinhos, como Argentina, Chile e Uruguai, costumam ter uma inflação alta. Ainda assim, diz Juliana Vital, diretora geral do Voopter, a viagem ainda será mais acessível do que ir para os Estados Unidos, por exemplo. “O turista vai acabar pagando pelas atrações valores semelhantes ao que pagaria no Brasil. É um mito que os países vizinhos são bem mais baratos apenas por ter uma moeda desvalorizada em relação ao real”.

Veja abaixo as opções de destinos sugeridas pelo levantamento do Voopter. Os valores médios das passagens aéreas foram pesquisados no dia 22 de agosto para voos em setembro, partindo de São Paulo. O câmbio utilizado também foi o do dia 22.

Buenos Aires (Argentina)

Argentina

 (alex_black/Thinkstock)

Passagem aérea: R$ 843
Cotação: R$ 1 = 7,45 pesos argentinos

Entre os pontos turísticos para visitar na capital argentina, estão a histórica Plaza de Mayo, onde é possível conhecer a Casa Rosada; o Teatro Colón; a Catedral Metropolitana e o Obelisco. Também vale a visita à Calle Florida, rua para pedestres que é um dos principais pontos comerciais da cidade. o bairro de Palermo é cheio de áreas verdes e lojas, restaurantes e cafés. Aos domingos, vale conferir a feira de artesanato de San Telmo, onde artistas se apresentam, artesãos vendem seus produtos e onde se concentram lojas de antiguidade e bares. A cidade também chama atenção por seus museus, gastronomia e os tradicionais shows de tango.

Joanesburgo (África do Sul)

Joanesburgo, na África do Sul Joanesburgo, na África do Sul

Joanesburgo, na África do Sul (CHAIWATPHOTOS/Thinkstock)

Passagem aérea: R$ 1.828
Cotação: R$ 1 = 3,49 rands sul-africanos

Entre as atrações da cidade, está o Museu do Apartheid. Vale também uma visita ao Lion Park para ver animais de perto. A programação pode incluir também a casa de Nelson Mandela, o bairro de Sweto, o complexo Montecasino e a Nelson Mandela Square.

Cidade do México (México)

Basílica de Guadalupe, Cidade do México

 (MartinM303/Thinkstock)

Passagem aérea: R$ 2.830
Cotação: R$ 1 = 4,62 pesos mexicanos

A Cidade do México abriga a Basílica de Guadalupe e o Museu Nacional de História. Entre os passeios mais disputados está a visita à casa que pertenceu a Frida Kahlo, que se tornou um museu. É possível ainda visitar as Pirâmides do Sol e da Lua, o Palácio de Belas Artes, o Museu Soumaya e Praça das Três Culturas. A gastronomia é uma atração à parte, e é possível desembarcar na cidade e seguir viagem para o litoral, como Cancún, Puerto Vallarta ou Playa del Carmen.

Montevidéu (Uruguai)

Uruguai Uruguai

Uruguai (Thinkstock/Thinkstock)

Passagem aérea: R$ 964
Cotação: R$ 1 = 7,82 pesos uruguaios

A capital do Uruguai tem um centro histórico com casarões coloniais, praças e parques. É nessa região que se encontra algumas das principais paradas turísticas, como a Praça da Independência, a Porta da Cidadela e o Teatro Solís. Outra atração é caminhar pelas Ramblas, um calçadão às margens do Rio da Prata. Visitar o parque Rodó e explorar a gastronomia local no Mercado do Porto completam o roteiro. À noite, é possível assistir a apresentações de tango e candombe, a salsa uruguaia. Com mais tempo de viagem, o viajante pode esticar o passeio para destinos próximos, como Punta del Este e Colônia de Sacramento.

Santiago do Chile (Chile)

Vista de Santiago, no Chile

 (Win-Initiative/Getty Images)

Passagem aérea: R$ 1.421
Cotação: R$ 1 = 163 pesos chilenos

Santiago abriga praças e parques, vários museus (incluindo uma das casas do poeta Pablo Neruda), vinícolas e estações de esqui. A Plaza de Armas, é uma das principais praças da cidade. Em suas redondezas estão a Catedral Metropolitana, o Museu Histórico Nacional e a Sede dos Correios. Os bairros Bellavista e Lastarria são repletos de restaurantes, pubs, teatros, cafés, hotéis e lugares para fazer compras. O Cerro Santa Lucia e o Cerro San Cristóbal, um dos pontos mais altos da cidade, são opções para ter uma visão panorâmica da cidade. Outra visita que pode ser feita é ao Mercado Central para degustar centollas (caranguejos gigantes).