10 destinos internacionais que ficaram mais baratos em 2019

Levantamento mostra quais cidades tiveram maior redução do preço médio e mínimo de passagens aéreas no primeiro trimestre deste ano em relação a 2018

São Paulo – Ficou mais barato ir para cidades como Porto, Roma, Amsterdã, Buenos Aires e Miami neste ano. Segundo uma pesquisa do buscador de voos Viajala, esses destinos de viagens foram os que apresentaram maiores quedas de preço para voos na alta temporada deste ano em comparação aos valores praticados no mesmo período do ano passado.

Buenos Aires e Miami lideram o ranking com queda de 29% dos preço médio das passagens aéreas no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018. No período, a média de preço de passagens para Buenos Aires caiu de 1,5 mil reais para 1,1 mil reais. Para Miami, o preço médio de passagens na temporada foi de 2,3 mil reais.

Segundo o diretor nacional do Viajala, Eduardo Martins, a queda no preço pode acontecer por diversos fatores, tais como: frequentes promoções pontuais que derrubam o valor médio; a diminuição da demanda por conta do dólar alto; e inauguração de novas rotas de voos. “O preço mínimo do voo de ida e volta para Miami, por exemplo, teve queda por conta das ofertas de voo partindo de Fortaleza, que ganharam corpo no ano passado”.

No caso de Buenos Aires, a crise econômica pela qual passa o país pode ter contribuído para a redução de preços, diz Martins. No caso de Miami, os preços foram puxados para baixo por conta de novas rotas de voos entre Fortaleza e a cidade americana. “A capital do Ceará se tornou um hub de voos para os Estados Unidos. Como a distância entre as cidades é menor, esses voos são mais baratos”.

O estudo analisou 250 mil buscas de voos com origem em todas as capitais do Brasil e com destino para as 30 cidades do exterior mais pesquisadas pelos usuários da plataforma nos meses de janeiro, fevereiro e nas primeiras semanas de março de 2018 e 2019.

Foram consideradas pesquisas feitas entre novembro de 2017 e janeiro de 2018 e entre novembro de 2018 a janeiro de 2019. O tempo médio para compra de passagens para a alta temporada varia de três a quatro meses de antecedência da data da viagem. Caso a antecedência da compra seja maior, os preços podem ficar menores.

A análise levou em consideração o preço mínimo, ou seja, o valor mais baixo encontrado no período, e também o preço médio das passagens.

Enquanto o dólar continuar alto, é possível que promoções relâmpago a preços convidativos continuem surgindo para lotar os voos. “Esse movimento pode indicar uma tendência de comportamento de preço a ser repetida na alta temporada de julho ou no fim do ano”, conta Martins. “Quem planeja viajar para o exterior nos próximos meses deve ficar atento e se manter informado sobre as variações de preço para reconhecer uma boa oferta”.

Confira a lista com os 10 destinos que tiveram maior queda no preço médio nesta alta temporada:

1. Buenos Aires, Argentina

Obelisco, em Buenos Aires

Obelisco, em Buenos Aires (BS AS/Getty Images)

Queda de 29% no preço médio e 46% no preço mínimo

Preço médio: R$ 1.090

Preço mínimo: R$ 340

2. Miami, EUA

Vista de Miami com um iate ao fundo

 (Pawel Gaul/Getty Images)

Queda de 25% no preço médio e 48% no preço mínimo

Preço médio: R$ 2.300

Preço mínimo: R$ 550

3. Atacama, Chile

Atacama (Calama), no Chile Atacama (Calama), no Chile

Atacama (Calama), no Chile (Roger Martin / EyeEm/Getty Images)

Queda de 21% no preço médio e 33% no preço mínimo

Preço médio: R$ 1.743

Preço mínimo: R$ 952

4. Roma, Itália

Roma, Itália Roma, Itália

Roma, Itália (Alexander Spatari/Getty Images)

Queda de 20% no preço médio e 30% no preço mínimo

Preço médio: R$ 2.800

Preço mínimo: R$ 1.480

5. Milão, Itália

Milão, Itália Milão, Itália

Milão, Itália (Gentian Polovina / EyeEm/Getty Images)

Queda de 20% no preço médio e 48% no preço mínimo

Preço médio: R$ 2.674

Preço mínimo: R$ 1.080

6. Barcelona, Espanha

Basílica da Sagrada Família em Barcelona Basílica da Sagrada Família em Barcelona

Basílica da Sagrada Família em Barcelona (Basílica Sagrada Família/Facebook/Divulgação)

Queda de 19% no preço médio e 30% no preço mínimo

Preço médio: R$ 3.177

Preço mínimo: R$ 1.690

7. Lisboa, Portugal

Lisboa, em Portugal Lisboa, em Portugal

Lisboa, em Portugal (SeanPavonePhoto/Thinkstock)

Queda de 17% no preço médio e 20% no preço mínimo

Preço médio: R$ 3.198

Preço mínimo: R$ 1.581

8. Porto, Portugal

Cidade do Porto, em Portugal Porto, em Portugal: é possível entrar com pedido de residência no país mesmo sendo empreendedor de um pequeno negócio

Porto, em Portugal: é possível entrar com pedido de residência no país mesmo sendo empreendedor de um pequeno negócio (SeanPavonePhoto/Thinkstock)

Queda de 17% no preço médio e 18% no preço mínimo

Preço médio: R$ 3.162

Preço mínimo: R$ 1.510

9. Amsterdã, Holanda

Amsterdã, Holanda Amsterdã, Holanda

Amsterdã, Holanda (ElOjoTorpe/Divulgação)

Queda de 12% no preço médio e 37% no preço mínimo

Preço médio: R$ 3.389

Preço mínimo: R$ 1.455

10. Frankfurt, Alemanha

Alemanha

 (AndreyKrav/Thinkstock)

Queda de 12% no preço médio e 22% no preço mínimo

Preço médio: R$ 3.441

Preço mínimo: R$ 1.719