10 aplicativos e planilhas de controle de gastos para usar em 2019

Não faltam opções de apps e planilhas de finanças pessoais para organizar o orçamento. A seguir, EXAME listou algumas das melhores. Escolha a sua

São Paulo – Fez promessa na virada para finalmente controlar melhor os gastos em 2019? Agora, o primeiro passo é baixar um aplicativo no smartphone ou uma planilha no computador que ajude a enxergar tudo que entra e sai do bolso. Só assim, é possível ver onde dá para cortar ou ganhar mais para fazer uma poupança e realizar durante o ano os planos desejados no Ano Novo.

Não faltam opções de aplicativos e planilhas de finanças pessoais. Alguns apps puxam os dados da conta bancária e registram automaticamente os gastos no cartão, o que pode funcionar para os mais preguiçosos. Por outro lado, planilhas que exigem inserir manualmente todas as informações podem ser bastante educativas, porque o usuário sente o quanto gasta cada vez que mexe na ferramenta.

O importante é testar, escolher o modelo que funciona melhor para cada um e ser persistente. Nada adianta começar e não manter o controle dos gastos depois. A seguir, EXAME lista alguns dos melhores aplicativos e planilhas, com as maiores notas nas lojas de apps ou de instituições respeitadas no mundo das finanças. Eles estão listados por ordem alfabética.

B3 

site da Bolsa, a B3, disponibiliza uma planilha para baixar e controlar gastos e investimentos, simples para quem não tem muita familiaridade com o Excel. Ela reúne em apenas uma aba o orçamento de todos os meses do ano. É possível lançar receitas e despesas divididas em fixas, variáveis, extraordinárias e adicionais. A planilha também permite lançar o dinheiro investido em ações, Tesouro Direto, renda fixa, previdência privada e outras aplicações. A ferramenta calcula o saldo em cada categoria. 

Guiabolso

O aplicativo Guiabolso está entre os melhores apps do ano da loja do Google no Brasil e é o app de finanças mais baixado do país. A ferramenta sincroniza todas as despesas automaticamente, puxando essas informações dos aplicativos dos bancos. A fintech garante que isso é seguro, mas alguns usuários podem não gostar. Por outro lado, é bom para quem não quer ter que ficar digitando manualmente suas despesas. O aplicativo alerta quando o usuário está gastando demais em alguma área e oferece serviços adicionais, como empréstimos pessoais a juros mais baixos. O aplicativo está disponível para smartphones Android e iOS

Grana

Só para Android, o aplicativo Grana importa mensagens SMS enviadas pelo banco e salva as informações automaticamente. Assim, o app não tem acesso aos seus dados financeiros, mas, como o Guiabolso, é para quem não quer ter que ficar digitando manualmente suas despesas. Também é possível exportar informações para qualquer planilha financeira, até mesmo para o Google Drive. 

Idec

A planilha do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) é para quem conhece o Excel e quer dedicar mais tempo para o controle das finanças. Ela permite até prever os rendimentos para o mês à frente e contabilizar as contas parceladas, por meio de funções matemáticas, gráficos e projeções. É preciso fazer um cadastro no site do Idec para baixá-la. 

Jimbo

Desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o aplicativo Jimbo tem as funções tradicionais de um app de finanças pessoais: permite registrar e categorizar despesas, mostra um resumo do mês e gráficos. O usuário também pode criar sonhos e monitorar quanto está poupando para realizá-los. O aplicativo está disponível para smartphones Android, iOS e Windows

Minhas Economias

O gerenciador financeiro Minhas Economias é gratuito e funciona no computador ou no smartphone, por meio dos aplicativos para Android e iOS. Dá para sincronizar os dados em todas as plataformas. Ele é super completo e tem tantas opções que pode até assustar quem está começando. A ferramenta permite até comparar fundos de investimentos e acompanhar indicadores financeiros. Também tem um “gerenciador de sonhos”, que ajuda a se planejar.

Mobills

O aplicativo Mobills recebeu o selo de “Escolha do editor e excelência em Android”, concedido pelo Google em 2018. O app é fácil de usar e é gratuito. categorização de gastos, emissão de relatórios em nuvem, gráficos de acompanhamento do fluxo de dinheiro. O usuário também pode planejar suas finanças por meio de metas de gastos por categoria, acompanhando a evolução das despesas durante o mês. O aplicativo está disponível para Android e iOS

Money Lover

Premiado pelo Google em 2016 e 2017, o aplicativo Money Lover permite gerenciar as despesas e criar orçamentos. Quando o orçamento limite é atingido, o app envia uma notificação. Ele também lembra das faturas a vencer e tem um “modo viagem”, o que facilita a organização do orçamento durante as férias. O aplicativo está disponível para smartphones Android e iOS

Organizze

O aplicativo Organizze tem uma interface fácil, funciona sem internet e não coleta dados bancários. O app permite categorizar receitas e gastos, mostra relatórios e envia alertas de contas a pagar e a receber. O usuário pode ter dois tipos de conta: uma básica, gratuita, e uma premium, paga. Na conta premium, dá para criar metas de gastos por mês e conciliar mais de uma conte e cartão. A assinatura mensal custa 7,99 reais e a anual, 79,90 reais. O aplicativo está disponível para smartphones Android e iOS.

Splitwise

O aplicativo Splitwise é perfeito para rachar contas em grupo, de uma festa ou de uma viagem, por exemplo. O app tem uma proposta um pouco diferente: permite adicionar todos os gastos de uma situação específica e definir quanto cada um do grupo está devendo. Dá para emitir alertas de cobrança, enviando solicitações de pagamento a outras pessoas que têm o aplicativo instalado, e fazer pagamentos diretamente pelo aplicativo. Ele está disponível para smartphones Android e iOS, em inglês.