Começa temporada de grandes nomes no cinema e na música

Novos filmes, caixas de CDs e uma exposição celebram figuras icônicas – de Santos Dumont a Bob Dylan

CINEMA

Houve dois enormes filmes sobre astronautas reais, Os Eleitos (1983) e Apollo 13 (1995). Mas só agora o autor da maior façanha do projeto espacial da Nasa é retratado, 49 anos depois de ser o primeiro humano a pisar na Lua. O Primeiro Homem mantém o foco em Neil Armstrong, interpretado por Ryan Gosling, dirigido por Damien Chazelle (de La La Land). A produção de cerca de 70 milhões de dólares tem Steven Spielberg à frente.


CINEMA

A estrela

NASCE UMA ESTRELA: filme com Lady Gaga estreia em 11 de outubro

Nasce Uma Estrela é uma das tramas mais refilmadas de Hollywood. A quinta versão traz Lady Gaga como a novata em ascensão e Bradley Cooper como o marido alcoólatra. Mesmo elogiada, não deve superar a produção de 1954 com Judy Garland. Pela atuação, a atriz perdeu o Oscar e mergulhou nos vícios, até morrer aos 47 anos, em 1969. Aliás, sua filha Lorna Luft conta essa tragédia no novo livro, A Star Is Born: Judy Garland and the Film that Got Away (importado, R$ 113,41 na Amazon).


EXPOSIÇÃO

O aviador

INSTALAÇÃO SANTOS DE CARTIER: No shopping JK Iguatemi, em São Paulo, de 5 a 25 de outubro, gratuita

O pai da aviação, Alberto Santos Dumont, é o autor intelectual do relógio de pulso. Foi a pedido do brasileiro que Louis Cartier fabricou um modelo com pulseira em 1904, mais fácil para consultar durante voos do que um de bolso. De lá para cá o relógio passou por diversas releituras e agora deu origem à exposição Santos de Cartier, que celebra os novos produtos e o estilo de vida de Santos Dumont e sua época.  Depois de passar por Macau, a instalação ficará no Brasil.


STREAMING

Os músicos

MORE BLOOD, MORE TRACKS BOB DYLAN: US$ 114,98 (versão 6 CDs)
WHITE ALBUM (5OTH ANNIVERSARY), THE BEATLES: US$ 159,98 (versão 6 CDs + Blu-Ray)

Na era do streaming, reunir músicas inéditas que passaram décadas engavetadas em boxes especiais de CDs ou LPs tornou-se praxe. No começo de novembro, Beatles e Bob Dylan oferecem tesouros para os fãs. O grupo britânico lança a edição de 50o aniversário do White Album, com vários bônus além das 30 faixas originais. E Dylan virá com More Blood, More Tracks, versão enriquecida da obra-prima madura Blood on the Tracks, de 1975, inspirada por sua separação conjugal e pela Era Watergate.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s