Cultura | Reboots e remakes

Para alegria dos aficionados, velhos conhecidos, de David Bowie ao boneco Chucky, estão de volta

MUSICAL

Bowie em cena

O musical que foi um dos derradeiros trabalhos do inglês David Bowie (estreou em Nova York em dezembro de 2015, um mês antes de sua morte) terá uma temporada em São Paulo de agosto a outubro, inaugurando o novo Teatro Unimed. Com canções dele e libreto de Enda Walsh, Lazarus é inspirado no livro de ficção científica O Homem Que Caiu na Terra, adaptado de um filme de 1976 estrelado por Bowie. Na montagem de Felipe Hirsch, as músicas serão cantadas em inglês por exigência contratual. A música-título é do último álbum de Bowie, mas a peça inclui hits de outras fases.

Lazarus | David Bowie e Enda Walsh | Direção de Felipe Hirsch | De 23/8 a 27/10 no Teatro Unimed, em São Paulo | Ingressos em eventim.com.br


MUSICAL

Cinquentenário ao vivo

Pompa e esoterismo fizeram da banda inglesa Yes um dos maiores nomes do rock progressivo dos anos 70. Apesar da aversão até agressiva de roqueiros de outros estilos, o grupo se deu bem ao explorar o tipo de fantasia mágica de obras que, no século 21, se transformaram em blockbusters do cinema, como O Senhor dos Anéis. Isso ajuda o grupo a ainda atrair novos convertidos e chegar ao cinquentenário lançando o álbum ao vivo Yes 50 Live em versões de quatro LPs, dois CDs e formatos digitais. Entre as 18 faixas, longas composições como Close to the Edge e clássicos como Roundabout e Soon.

Yes 50 Live | Yes | Rhino Records | Disponível em streaming


FILME

Boneco reanimado

Remake? Reboot? Os dois rótulos podem ser aplicados a Brinquedo Assassino, mais um clássico do terror dos anos 80 a merecer nova versão, com modernas tecnologias de computação gráfica. Desta vez, Chucky, o bonequinho que ganha vida e se revela um psicopata, é um dos produtos de uma empresa de tecnologia e acaba não funcionando como o esperado. Como sempre nesses casos, a avaliação dependerá do apreço do espectador ao original. Um bônus dessa refilmagem: a voz de Chucky é do ator Mark Hamill, o Luke Skywalker da saga Star Wars, dono de um senso de humor fino.

Brinquedo Assassino | Direção de Lars Klevberg | Com Mark Hamill (voz), Gabriel Bateman e Aubrey Plaza | Estreia prevista para 22/8


LIVRO

Um ace literário

Certos livros jamais deveriam sair de catálogo. Como Agassi, do ex-tenista americano Andre Agassi, autobiografia que transcende o esporte e foi escrita com uma honestidade rara em memórias de pessoas notórias. Editado no Brasil pela primeira vez em 2010, retorna às prateleiras pela Intrínseca, que adquiriu os direitos de publicação. Os relatos sobre o pai tirano, as duas fases no topo do ranking, os problemas com drogas e os casamentos — um ilusório com a estrela Brooke Shields, outro amadurecido com a colega de quadras Steffi Graf — provocam reflexões até em quem nunca pegou numa raquete.

Agassi: Uma Autobiografia | Andre Agassi | Intrínseca | R$ 59,90