Por que o Peixe Urbano caiu na rede chinesa do Baidu

O principal executivo do Baidu no Brasil anuncia, em primeira mão, a compra do site Peixe Urbano e conta como pretende enfrentar a concorrência do Google

São Paulo – Um ano após a chegada ao Brasil, o Baidu, conhecido como o Google chinês por ser o maior buscador de internet da China, dá seu passo mais importante até agora ao comprar o controle do site Peixe Urbano.

O valor da transação não foi divulgado. O Peixe Urbano vende cupons de desconto a 25 milhões de usuários, tem 30 000 empresas cadastradas e operações em 40 cidades. Foram exatamente esses números que atraíram a atenção de Yan Di, diretor-geral do Baidu no Brasil. 

1) EXAME – Por que comprar uma empresa como o Peixe Urbano, que muitos dizem ter perdido o dinamismo?

Yan Di – O mercado de compras coletivas, aquele em que sites ofereciam promoções por 24 horas em serviços e produtos que valiam somente se todos os cupons fossem adquiridos, praticamente acabou no mundo. Mas não é mais isso o que o Peixe Urbano faz. Hoje o site vende cupons de desconto sem nenhuma exigência.

2) EXAME – Como o Peixe Urbano ajudará o Baidu no Brasil?

Yan Di – Um dos diferenciais do Baidu é que nossos resultados de busca não trazem só o link de companhias que vendem produtos e serviços. Em nosso buscador, o usuário pode, por exemplo, digitar uma cidade de origem e outra de destino e comprar uma passagem de ônibus sem precisar entrar em outra página.

Como muitas vezes precisamos entrar em acordo com a empresa em questão para poder oferecer esse serviço, o Peixe Urbano, com seus 30 000 estabelecimentos, será importante. 

3) EXAME – O que será do Peixe Urbano no futuro?

Yan Di – Eles estão caminhando na direção correta de investir no modelo on2off (online para offline, que consiste em levar usuários conectados na internet em aparelhos móveis para lojas físicas). Nessa área também somos fortes.

4) EXAME – Haverá um foco especial em smartphones?

Yan Di – Há uma clara migração dos usuários de internet no PC para os aparelhos portáteis. Como a tela do celular é pequena, talvez não seja a melhor plataforma para vender produtos, mas é o canal ideal para se comunicar com fornecedores de serviços, como motoristas de táxi e restaurantes. 

5) EXAME – Como o Baidu fará o Peixe Urbano crescer?

Yan Di – Com capital, tecnologia e expertise. Somos líderes na China em serviços baseados em geolocalização do usuário e em recomendação automatizada. Queremos que o Peixe Urbano se transforme no líder brasileiro em tecnologia on2off.

6) EXAME – Qual é o lugar do Brasil nas prioridades internacionais do Baidu?

Yan Di – O mercado brasileiro tem um enorme potencial. O número de usuários da internet deverá crescer 43% até 2016 e, até lá, os valores investidos em publicidade online deverão dobrar. Por enquanto, ainda é um mercado dominado por empresas americanas, como o Google. 

7) EXAME – Quais os produtos que vocês devem trazer para o Brasil?

Yan Di – Na China, temos mais de 100 produtos. Não dá para trazer todas as soluções de uma só vez. Gradualmente, vamos implementar nossa tecnologia por aqui. Mas não só isso. A partir do Brasil, vamos expandir nos próximos anos para a América Latina. Nossa ambição internacional é enorme. Até 2019 queremos que nossos produtos atinjam metade da população mundial.