Cultura | O “lado B” de artistas consagrados

Em uma seleção lado B, indicamos obras inéditas e facetas menos conhecidas e exploradas de artistas consagrados, como Fernanda Montenegro

MÚSICA

Aquecimento para a obra-prima

Desde o ano passado, material engavetado e inédito do saxofonista John Coltrane (1926-1967) começou a chegar ao público. O novo achado é o álbum Blue World, com oito faixas registradas em junho de 1964, quase seis meses antes de o músico realizar uma obra-prima do jazz, A Love Supreme. Nas gravações resgatadas, ele revisita músicas antigas, como Naima e Traneing In, para uso no filme Le Chat Dans Le Sac, do diretor canadense Gilles Groulx — apenas 10 minutos de fragmentos entraram no longa. A faixa-título é uma versão mais lenta e mais breve de Out of This World, lançada por Coltrane em 1962.

Blue World John Coltrane | Impulse!/Universal | Disponível em streaming


MÚSICA

Do rock para o jazz

A americana Chrissie Hynde consagrou-se como uma das mais fortes personalidades femininas do rock pop nos anos 80 com a banda The Pretenders, na qual transitava entre a rispidez de Middle of the Road e a melodia de Don’t Get Me Wrong. Com esse talento abrangente, ela chega aos 68 anos explorando as sonoridades jazzísticas em Valve Bone Woe, álbum-solo com 14 covers de rock, standards da canção americana (alguns célebres com Frank Sinatra) e do jazz — nesse território, Hynde recria Meditation on a Pair of Wire Cutters, de Charles Mingus, usando a voz como um instrumento extra da banda.

Valve Bone Woe | Chrissie Hynde | BMG | Disponível em streaming


LIVRO

Memórias da grande dama

Pode ser chavão dizer que Fernanda Montenegro é a grande dama da dramaturgia brasileira. Mas não há como negar. Além do talento para interpretar, ela tem uma sólida reputação de integridade, que até lhe rendeu sondagens oportunistas para entrar para a política — rechaçadas sempre com a devida elegância. Chegando aos 90 anos em 16 de outubro, Fernanda reuniu suas memórias sobre vida, arte e cultura no livro Prólogo, Ato, Epílogo. A obra é dividida em duas etapas. Primeiro, Fernanda concedeu 18 entrevistas à jornalista Marta Góes entre julho de 2016 e novembro de 2017. Dessa data em diante, a atriz dá voz ao texto até agosto de 2019.

Prólogo, Ato, Epílogo Fernanda Montenegro | Companhia das Letras | 49,90 reais


FILME

Aspirante ao Oscar

A mesma Fernanda Montenegro está na nova tentativa brasileira de ganhar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro — coincidentemente, ela atuou na quarta e última produção nacional a disputar o prêmio (Central do Brasil, de 1998). A atriz participa de A Vida Invisível como a protagonista Eurídice, interpretada na juventude por Carol Duarte. O longa de Karim Aïnouz acompanha a personagem nos anos 50, quando seu sonho de ser pianista é abalado pelas pressões conservadoras. O filme conquistou o prêmio Um Certo Olhar no Festival de Cannes em maio. Agora, entra em circuito no Nordeste e, em outubro, no restante do país.

A Vida InvisívelDireção de Karim Aïnouz | Com Carol Duarte, Fernanda Montenegro | Estreia prevista para 19/9