Vamos morrer de tanto trabalhar?

O excesso de trabalho causa problemas de saúde sérios. No quinto episódio do Rádio Peão, o podcast da VOCÊ S/A, mostramos como evitar o esgotamento

As pessoas estão trabalhando tanto que estão morrendo por um salário. Essa não é uma frase de efeito, mas o resultado o de uma pesquisa conduzida por Jeffrey Pfeffer, um dos maiores especialistas de gestão de pessoas do mundo. Professor da Universidade Stanford, ele chegou à conclusão de que o trabalho mata 120 000 profissionais por ano nos Estados Unidos.

No Brasil, não temos uma pesquisa tão focada assim. Mas alguns números comprovam que os brasileiros também estão adoecendo por conta do trabalho.

Dados da Previdência Social, por exemplo, mostram que, entre janeiro e setembro de 2018, o número de licenças por transtornos mentais e comportamentais adquiridos no serviço subiu 12% em relação ao mesmo período de 2017. Além disso, os afastamentos por depressão e ansiedade subiram quase 5 pontos percentuais.

Excesso de trabalho mata? 

Todos esses índices acendem o sinal de alerta: será que o trabalho está nos matando? Este é o tema do quinto episódio do Rádio Peão, o podcast semanal da VOCÊ S/A.

Quem conversa sobre o assunto com as editoras Elisa Tozzi e Mariana Poli são Edwiges Parra, psicóloga organizacional, coach executiva e fundadora de Emind Mente Emocional; e Anderson Sant’Anna, professor do departamento de administração e recursos humanos da FGV-Eaesp.

No primeiro bloco, os entrevistados explicam quais são as causas que levam ao esgotamento. “As pessoas não chegam a esse estágio de esgotamento da noite para o dia. O que percebemos é que elas carregam crenças há muito tempo. Uma dessas crenças é a de que demonstrar vulnerabilidade é demonstrar ineficiência”, diz Edwiges.

No segundo bloco, eles mostram as consequências do excesso de trabalho para profissionais e empresas. “Talvez daqui a 10 anos, as pessoas digam que a turma lá de 2019 começou a constatar que haviam fatores ligados à subjetividade humana envolvido nas relações de trabalho. Mas nossas empresas não estão instrumentalizadas para lidar com o sofrimento psíquico, que é um tabu”, diz Anderson.

Ouça o episódio completo aqui

Você também pode ouvir o podcast Rádio Peão em outros navegadores: Deezer, Spotify, Pocket Casts, Podcast Addict e YouTube!

Ouça os episódios anteriores do Rádio Peão:

#4: Você está pronto para mudar de carreira?
#3: Não é mimimi: diversidade dá lucro
#2: Você está preparado para o futuro do trabalho?
#1: Quando vamos voltar a ter emprego no Brasil?