Viajou para o Rio? App conecta banhistas a vendedores nas praias

"Toda Praia" foi inaugurado neste fim de semana em 12 barracas do Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca

Rio de Janeiro — A comodidade dos banhistas no Rio de Janeiro está a ponto de ser alavancada com a criação de um aplicativo que os conecta, através da geolocalização, aos barraqueiros que vendem comes e bebes. Ao longo de 45 anos de praia, o empreendedor carioca Carlos Eduardo Ernanny viu que a entrega dos produtos poderia ser agilizada se os vendedores tivessem acesso direto aos pedidos dos clientes, sabendo onde cada um deles está. E assim ele formulou o Toda Praia, que foi inaugurado neste fim de semana em 12 barracas espalhadas pelas praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca, conforme adiantou o colunista Ancelmo Gois neste sábado.

“Sou carioca, conheço nossa praia aqui e, no início desse ano, resolvi cronometrar o tempo que eu levava com a mão levantada até ser visto por um vendedor de algum quiosque. Observei que o tempo médio era de 13 minutos”, contou Carlos Eduardo.

O fundador explicou que o aplicativo funciona a partir do momento em que o banhista chega à praia e faz o login, possibilitando que ele então tenha acesso ao cardápio das barracas próximas cadastradas, com os preços de cada item. O usuário pode fazer seu pedido sem se levantar – ou gritar – que o produto lhe será entregue em mãos. Carlos ressaltou que o lema da iniciativa é justamente “Faça seu pedido, sem sair do lugar”.

De uma praia à outra neste domingo, ele disse que o Toda Praia foi bem recebido pelo público.”

“A reação foi super positiva. Nossa equipe está medindo o desempenho de cada barraca e o feedback dos banhistas tem sido maravilhoso”, afirmou. “A receptividade dos vendedores também foi ótima. Eles estão vendo os benefícios do aplicativo.

O download do aplicativo, que é gratuito, está disponível nos sistemas operacionais iOS e Android e pode ser realizado por meio do site oficial, que oferece os links para a App Store e a Play Store.

Segundo Carlos, a possibilidade de pagamento via cartão de crédito será disponibilizada até o dia 15 de janeiro, visando a facilitar ainda mais a relação entre os clientes e os vendedores. Por enquanto, os usuários fecham a conta do que for consumido nas praias diretamente com os barraqueiros. Em breve, também deverá ser acrescentado o serviço de avaliação das barracas cadastradas.

“A gente gostou do aplicativo. Ele é muito bom porque a gente controla certinho o que está pedindo”, disse uma jovem em vídeo gravado por funcionários do Toda Praia.

Ela e uma amiga usaram o aplicativo para pedir água de coco. Ambas são moradoras de São Paulo e aprovaram a novidade.

“A gente consegue pedir na hora, não precisa ficar esperando alguém passar e ou ficar gritando”, afirmou a outra.

“Trabalhei numa barraca por 20 dias para entender como funcionava a dinâmica na praia, através dos olhos do barraqueiro. Afinal, os olhos do banhista eu já tinha há 45 anos. Para o vendedor, é literalmente impossível enxergar todas as pessoas em um dia de praia cheia. Percebi também uma grande dificuldade dos turistas, principalmente estrangeiros, em se relacionarem com os barraqueiros. Eu então vi ali uma possibilidade de empreendedorismo.”