Startup brasileira de audiolivros, Ubook recebe aporte de R$ 20 milhões

Investimento foi feito pela gestora de fundos de tecnologia Confrapar como parte da sua estratégia de expansão

São Paulo — A startup brasileira de audiolivros Ubook recebeu um aporte de 20 milhões de reais da gestora de fundos de tecnologia Confrapar como parte da estratégia de expansão da empresa criada há cerca de cinco anos.

O investimento da Confrapar será destinado à produção de conteúdo e aquisição de clientes e entrada em novos mercados. Atualmente, a Ubook opera em nove países e está em processo de ingressar em mais sete. A empresa possui escritórios no Brasil e na Colômbia, com planos para abrir mais um no Canadá após um IPO no país previsto para o início de 2020.

“Vamos entrar (em novos mercados) através de aquisição de algumas empresas…, mas também em um movimento orgânico construindo bases nesses locais”, afirmou o presidente-executivo, Flávio Osso.

Segundo ele, a abertura de capital é “focada em dar maior liquidez para os fundos e acionistas minoritários da companhia e principalmente para a gente poder exercitar nossa estratégia de expansão internacional, de aquisição de outras empresas”, comentou Osso, estimando que a companhia poderá levantar 1,5 milhão de dólares canadenses na operação.

A companhia produz atualmente mais de 450 horas por mês em seus estúdios e deve inaugurar neste mês mais nove estúdios, incluindo um de vídeo. Com isso, a Ubook terá 16 estúdios próprios, onde serão produzidos conteúdos em português, espanhol e inglês, totalizando mais de 1.500 horas/mês.

Nos planos da empresa, a partir de 2020, os usuários da Ubook terão acesso a programas exclusivos de entrevistas sobre diversos temas “com personalidades de cada segmento”, disse Osso.