Sebrae e Vale criam programa para pequenas empresas

Instituições querem aumentar a participação de micro e pequenos negócios na cadeia de mineração

Brasília – O Sebrae e a Vale começaram a colocar em prática um programa para aumentar a inserção das micro e pequenas empresas (MPE) na cadeia produtiva da mineração. O objetivo é qualificar as MPE que atuam nesse segmento nas localidades onde a Vale está presente no Brasil.

O programa abrangerá desde o diagnóstico das demandas da Vale em cada localidade até a implementação de capacitações necessárias para que as micro e pequenas empresas possam atender a essas necessidades. Também estão previstas orientações e articulações para possibilitar maior inserção desses negócios no mercado da mineração.

A previsão é que as ações comecem ainda no primeiro semestre de 2011. Elas serão realizadas em sete estados: Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro e Sergipe. Entre os dias 25 e 29 de abril, representantes do Sebrae e da Vale se reuniram na sede da instituição de apoio às micro e pequenas empresas em Brasília para definir as estratégias conjuntas e as práticas que serão implantadas.

Mais competitivas
O programa é fruto de convênio de cooperação técnica assinado entre o Sebrae e a Vale em dezembro de 2010. “Queremos preparar as pequenas empresas para se inserirem na cadeia de valor da Vale, ampliando sua participação no mercado, aumentando suas vendas e tornando-as mais competitivas”, reforça a gerente de Atendimento Coletivo Indústria do Sebrae, Kelly Sanches.

A ação conjunta com o Sebrae é desenvolvida pela Gerência de Gestão de Fornecedores, por meio do programa Inove, da Vale, que busca o fomento de fornecedores locais. Para o gerente da área, Leonardo Couto, essa iniciativa é benéfica a todos os envolvidos. “A Vale tem por objetivo ser a maior e melhor mineradora do mundo. Para isso, é estratégico o fortalecimento de seus negócios e de seus fornecedores, impulsionando o crescimento conjunto e contribuindo para o desenvolvimento de suas áreas de atuação”, diz.