Quem são os empreendedores sociais do ano

A lista foi feita pela Fundação Schwab e traz uma brasileira entre os destaques

São Paulo – Aliar empreendedorismo e impacto social. Este é o objetivo dos 23 empreendedores selecionados pela Fundação Schwab como destaques do ano em suas áreas.

A lista traz entre os principais a brasileira Cybele Amado de Oliveira, do Instituto Chapada. Veja abaixo o que Cybele e os outros 22 empreendedores sociais estão fazendo para melhorar o impacto de seus negócios na sociedade e no meio ambiente.

1. Cybele Amado de Oliveira, Instituto Chapada, Brasil: desenvolveu uma metodologia de atualização para professores e diretores de escolas. 

2. Jim Ayala, Hybrid Social Solutions Inc. (HSSi), Filipinas: criou um sistema de energia solar para a população rural do país. 

3. Mois Cherem Arana, Enova, México: tem uma rede de centros para acesso a educação e tecnologias em comunidades carentes mexicanas. 

4. Frederick K.W. Day, Buffalo Bicycle Company, Estados Unidos: criou uma bicicleta especial para os terrenos africanos, facilitando o transporte. 

5. Reese Fernandez-Ruiz, Rags2Riches, Filipinas: conecta artesãs da periferia a fábricas e outros mercados. 

6. Gopi Gopalakrishnan, World Health Partners (WHP), Índia: faz a ponte entre populações pobres e médicos através de teleconsultas. 

7. Njideka U. Harry, Youth for Technology Foundation (YTF), Nigéria: fornece capacitação a jovens que querem entrar no mercado de trabalho. 

8. Bedriye Hulya, B-fit, Turquia: criou uma rede de academias acessível para mulheres e usa o espaço como plataforma para oficinas e serviços educacionais na Turquia. 


9. Jonathan Hursh, INCLUDED, China: ajuda populações migrantes que vivem em favelas com programas de auxílio social.

10. Mads Kjaer, MYC4, Dinamarca: faz pequenos empréstimos a empresários africanos em condições mais acessíveis.

11. Kurt Holle, Rainforest Expeditions, Peru: trabalha com eco-turismo em locais como a Amazônia em parceria com as comunidades locais. 

12. Tristan Lecomte, Pur Projet, França: ajuda empresas a medirem e compensarem seu impacto no meio ambiente.

13. Janet Longmore, Digital Opportunity Trust (DOT), Canadá: ajuda jovens a se capacitarem para entrar no mercado de trabalho, em especial com o aprendizado tecnológico. 

14. Rebecca D. Onie, Health Leads, Estados Unidos: com estudantes universitários, trabalha junto a pacientes para conseguir condições básicas de saúde. 

15. Kristin Peterson, Inveneo, Estados Unidos: desenvolve tecnologias sustentáveis e fornece acesso a internet a quem necessita. 

16. Anne Githuku-Shongwe, Afroes, África do Sul: com jogos para celulares, ensina empreendedorismo e liderança a jovens. 


17. Jane Chen e Rahul Panicker, Embrace Innovations, Estados Unidos: faz uma espécie de incubadora que mantém bebês prematuros aquecidos e protegidos da hipotermia. 

18. Tom Szaky, TerraCycle Inc., Estados Unidos: incentiva a reciclagem e coleta de lixo convertendo esse movimento em doações. 

19. Chuck Slaughter, Living Goods, Estados Unidos: capacita empreendedores para venderem produtos de saúde simples, como kits contra malária, de porta em porta. 

20. Salvatore Forello, Addiopizzo, Itália: faz campanhas contra as“taxas” cobradas por criminosos, como a extorsão em comércios. 

21. Anshu Gupta, Goonj, Índia: leva roupas e móveis descartados em áreas urbanas para serem reaproveitados em zonas rurais e favelas. 

22. Sugianto Tandio, Tirta Marta, Indonésia: produz plástico biodegradável a partir de tapioca e vende a preços acessíveis. 

23. Andrew Youn, One Acre Fund, Estados Unidos: ajuda agricultores a saírem da pobreza com treinamentos e técnicas de plantação.