Quais livros sobre inovação são bons para empreendedores?

Os títulos ajudam a aprender com a inovação de outras empresas, diz especialista

Quais livros sobre inovação são bons para empreendedores?

Respondido por Guto Grieco, especialista em inovação

Um ponto muito importante na inovação é saber que não há receitas infalíveis. Se houvesse já não seria mais inovação. Aquilo que lemos deve nos inspirar e a partir daí provocar reflexões suficientes para discernimos como implementar e adaptar determinada estratégia de inovação de acordo com a realidade do nosso mercado e do nosso tempo.

Eu sugiro quatro livros para se aprofundar no assunto. O melhor jeito de começar é lendo “As Dez Faces da Inovação” de Tom Kelley. Você vai se apaixonar pelos processos que as empresas mais arrojadas usam para inovar.

Se você já conhece um pouquinho mais sobre inovação, leia “As Regras da Inovação”, de Tony Davila, Marc J. Epstein e Robert D. Shelton. Esse livro apresenta um panorama abrangente sobre a integração e a organização dos processos de inovação nas empresas.

Mas se você já é mais experiente, “A Revolução da Inovação Aberta”, de Stefan Lindegaard, vai empolgá-lo com casos de empresas pioneiras no uso de inovação aberta.

Um livro ainda não traduzido, mas muito interessante também, é o “Borrowing Brilliance”, de David Kord Murray. Ele aborda alguns passos para alavancar a inovação nos negócios baseados nas ideias de outros negócios.

 

Guto Grieco é coordenador do Centro de Inovação e Criatividade da ESPM (CIC/ESPM).

 Envie suas dúvidas com a palavra inovação no assunto da mensagem para examecanalpme@abril.com.br