Projeto da BR Malls ajuda pequenos lojistas a contratar para o fim de ano

Lojistas do Mooca Plaza, em São Paulo, usaram sistema da startup Recruta Simples para resolver um de seus maiores problemas: a contratação de temporários

Black Friday, Natal, confraternizações com parentes e amigos. A temporada de fim de ano é uma das mais aguardadas por gerar alta nas vendas. Mas enquanto os consumidores se preparam para as compras, um dos principais desafios que aflige os empresários nos bastidores é a necessidade de aumentar a equipe para atender à alta da demanda, com a contratação de profissionais temporários.

Foi tentando facilitar esse processo para seus lojistas parceiros que a BR Malls, que tem participação na administração de 31 shoppings no Brasil, está implementando neste ano uma parceria com a startup Recruta Simples para ajudar pequenos varejistas do Mooca Plaza Shopping, um de seus empreendimentos, a contratar funcionários para o fim do ano.

O desafio de contratar temporários existe tanto em pequenos quanto grandes negócios, mas, para os pequenos lojistas, o drama é maior, diz Rafael Saito, superintendente do Mooca Plaza Shopping. “O modelo de contratação que existe hoje no mercado é bem arcaico, depende de indicação, das pessoas que aparecem entregando currículo”, diz.

A parceria com a Recruta Simples consegue levar a vaga a candidatos que jamais saberiam dela por esse método antigo. A Recruta Simples foi criada em 2016 e atualmente fica em um pedaço do Cubo, espaço de startups do banco Itaú, tendo um modelo de negócio especialmente focado em pequenas e médias empresas.

Com uma plataforma da Recruta Simples, empreendedores conseguem divulgar vagas em seus negócios automaticamente em mais de 100 sites parceiros, de sites de vagas a redes sociais e anúncios em jornais regionais.

Um dos principais objetivos, segundo a companhia, é caçar vagas “invisíveis”, que outrora estariam restritas somente a placas de anúncios em frente a pequenos estabelecimentos. A startup tem como um dos co-fundadores Vinicius Poit, que atualmente é deputado federal pelo partido Novo, além dos co-fundadores Rony Chung, Andre Moretzsohn e Humberto Barros.

No Mooca Plaza, que tem mais de 40.000 metros quadrados e mais de 230 lojas, foram mais de 5.000 currículos direcionados às empresas que quiseram participar da ação, segundo números do primeiro mês da ação, que começou por volta de setembro.

Parte do processo inclui encontrar os candidatos com perfil ideal para a vaga, o que a Recruta Simples faz por meio de big data. Uma loja da rede Amor aos Pedaços no Mooca Plaza, por exemplo, precisava de pessoas que tivessem alguma experiência anterior com doces, e conseguiu contratar candidatos em sete dias, comparado a um processo que antes levava de 30 a 40 dias.

Pequenos lojistas e startups: parceria ainda pouco explorada

No ano passado, a BR Malls e a Recruta Simples já haviam feito uma parceria com a rede de brinquedos Ri Happy, que culminou na contratação de 3.000 funcionários temporários em diferentes lojas da rede para atender à demanda do fim do ano.

Mas nos pequenos negócios, diz Saito, o espaço para esse tipo de tecnologia também é grande, uma vez que o empreendedor é ao mesmo tempo gerente e atendente, sobrando pouco tempo para lidar de forma profissional com a contratação. A dificuldade em contratar temporários foi um dos principais pontos levantados em uma pesquisa feita pela BR Malls com cerca de 200 lojistas, boa parte de pequeno e médio porte.

Por outro lado, as vagas temporárias, com muitas se estendendo até janeiro ou fevereiro do ano que vem — para abranger o período de liquidações pós-Natal –, são essenciais para que os varejistas aproveitem as vendas de fim de ano.

Veja também

Neste ano, em todo o Brasil, mais de 91.000 trabalhadores temporários já foram ou serão contratados para a temporada de fim de ano, segundo estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. O número será o maior em seis anos, e 4% maior do que em 2018, incluindo todos os setores.

Segundo a BR Malls, o número de funcionários em pequenos lojistas chega a dobrar na preparação para Natal e Black Friday — esta última, data que chegou ao Brasil em 2010 e, embora seja mais popular no comércio eletrônico e com grandes varejistas, vêm cada vez mais tornando-se parte do calendário dos pequenos negócios.

Para 2019, a estimativa do varejo como um todo é de faturamento superior a 3 bilhões de reais só na Black Friday, alta de 18% sobre o desempenho do ano passado, segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop).

Veja também

A BR Malls afirma que escolheu testar primeiro a parceria com o Recruta Simples no Mooca Plaza, seu décimo maior shopping em vendas, mas que não descarta expandir o piloto para outros shoppings no futuro. Nos primeiros nove meses do ano, os lojistas do Mooca Plaza venderam ao todo 487,5 milhões de reais, alta de 15% em relação ao ano passado, segundo números da BR Malls.

“Ao fazermos essa ponte com as startups, colocamos em contato esses dois mundos que nem sempre se conversam, os pequenos varejistas e a tecnologia das startups”, diz Saito.

A BR Malls está presente no Cubo do Itaú em busca de soluções de tecnologia e inovação e Saito afirma que, além do recrutamento de funcionários, a administradora de shopping centers pode também fazer, no futuro, parcerias com startups de marketing digital e soluções contábeis.

Boa parte dos novos contratados já começarão a colocar de vez a mão na massa para a Black Friday, que acontece na próxima sexta-feira 28.