Por que PMEs devem pensar como grandes na gestão de pessoas

Especialista em gestão de pessoas afirma que assim como há métodos contábeis, há as melhores maneiras de gerir pessoas

Por que as PMEs devem pensar como grandes empresas para gerir pessoas?
Respondido por Sílvio Celestino, especialista em gestão de pessoas

Os problemas que afetam a motivação das pessoas são os mesmos em empresas grandes, médias ou pequenas. E, quanto menos motivadas estiverem, menor será seu empenho nas tarefas sob sua responsabilidade. Consequentemente, maior será a sobrecarga de trabalho para o empreendedor, principalmente quando a empresa é de pequeno porte.

É um grande desafio descobrir qual a melhor forma de gerir as pessoas de modo a mantê-las motivadas. Entretanto, todo empreendedor deve saber que alguns pontos fundamentais em sua gestão de recursos humanos devem ser atendidos.

As pessoas querem ser reconhecidas, bem tratadas e valorizadas em seu ambiente de trabalho. Quando isso não ocorre, ficam desmotivadas, displicentes, resignadas e cometem erros que podem causar grandes prejuízos. E, quanto menor a companhia, maior o dano à sua imagem perante os clientes.

Portanto, não basta saber admitir e demitir empregados. A gestão de pessoas vai muito além, pois depende do dono da empresa. Ele deve preocupar-se genuinamente com as competências que incluam o trato com os funcionários.

A causa de ele não dar a devida atenção a isso está no fato de não reservar um momento para cuidar dos funcionários. O excesso de atividades sob sua responsabilidade e a urgência para questões críticas, como o fluxo de caixa, fazem a gestão de pessoas parecer algo menor. E, na verdade, não é.

A solução passa por gerir a agenda de maneira a reservar um tempo para tratar dos funcionários. Além disso, o empreendedor deve capacitar-se em temas básicos de liderança, como: delegação, comunicação, feedback, follow-up e motivação.

Assim como há métodos contábeis, há as melhores maneiras de gerir pessoas. O pequeno empresário vai encontrá-las em livros, mas também em palestras, cursos e workshops ministrados por especialistas na área. Também é fundamental a troca de experiências com empresários em companhias de tamanho semelhante.

O importante é que ele seja bem-sucedido como empreendedor, independentemente do porte de sua empresa. E a melhor forma de obter esse sucesso é ser um excelente gestor de pessoas.

Afinal, para que a empresa seja bem cuidada, principalmente na sua ausência, o gestor deve desenvolver e cuidar bem das pessoas que fazem parte dela. Vamos em frente!

Sílvio Celestino é sócio da Alliance Coaching.