Pequenas empresas devem ter uma área de inovação?

A inovação aberta, entre todas as áreas, tem se mostrado mais efetiva, diz especialista

Pequenas empresas devem ter uma área de inovação?

Respondido por Guto Grieco, especialista em inovação

Inovar nas pequenas empresas pode ser complexo e prescrições nem combinam com esse tipo de atividade. Observa-se que, pela própria característica das práticas de inovação, geralmente com times multifuncionais, ela funciona melhor quando está distribuída pela empresa como um todo.

A própria expressão “departamento”, por si só, já denota uma circunscrição, uma repartição do trabalho que geralmente não contribui para o fluxo de um projeto de inovação.

Mesmo assim, as organizações podem ter equipes que liderem o discurso de inovação e ajudem a disseminar estratégias e ferramentas de inovação.

A visão mais vanguardista, a da inovação aberta, prega até a difusão da inovação entre toda a cadeia de valor, dos fornecedores aos consumidores com possibilidades de co-criação de produtos e serviços.

 


Guto Grieco
é coordenador do Centro de Inovação e Criatividade da ESPM (CIC/ESPM).

 
Envie suas dúvidas com a palavra inovação no assunto da mensagem para examecanalpme@abril.com.br